O SSD MAIS RÁPIDO do mundo (e a gente QUEBROU ele!)

O PCIe 4.0 mostrou a que veio entregando mais performance, mas aconteceram alguns acidentes no caminho
Por Diego Kerber 16/09/2019 08:51 | atualizado 17/10/2019 02:51 Comentários Reportar erro

Os Ryzen série 3000 e as placas-mãe X570 foram os estreantes da nova geração do PCI Express, tecnologia que promete níveis maiores de performance na conexão de hardwares no PC. Enquanto nas placas de vídeo a diferença da nova tecnologia é mais difícil de ser percebida, outro hardware tem mais potencial de se beneficiar: os SSDs.

O Gigabyte AORUS PCIe 4.0 é o primeiro dispositivo de armazenamento que testamos compatível com a nova versão do PCIe. A linha possui três capacidade, 500GB, 1TB e 2TB, sendo que os dois modelos de maior capacidade possuem exatamente as mesmas especificações técnicas relacionadas a velocidade, já o modelo de 500GB tem a escrita mais lenta, 2500 MB/s. O diferencial maior fica por conta do TBW, que na prática define o tempo de vida útil do SSD baseado em seu uso.

Por enquanto os SSDs são os únicos componentes de um PC que realmente trazem ganho de desempenho sobre a tecnologia PCI-Express 4.0, já que uma placa de vídeo não consegue absolutamente nenhum ganho prático, essa situação também aconteceu na "virada" do PCI-e 2.0 para 3.0.

Nesse vídeo falamos um pouco do ganho de performance que a nova tecnologia possibilitou além de contar um pequeno acidente que surgiu ao longo do caminho, e como de forma surpreendente ele não afetou o desempenho desse componente.

Assuntos
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

Qual melhor lançamento de game em outubro de 2019?

Mais vídeos