Preso homem que usou malware para espionar webcams

Matthew Anderson, de 33 anos, foi condenado a 18 meses de prisão no Reino Unido por invadir computadores através de uma campanha massiva de spam que enviou mais de 50 milhões de e-mails com links para um malware que permitia o acesso remoto às mÁquinas infectadas.

Com isso, ele tinha acesso a dados pessoais e arquivos das vítimas e chegava a ligar as suas webcams, salvando imagens como a de uma garota com uniforme escolar, uma mãe e seu bebê recém-nascido e até mesmo conteúdo de natureza sexual, de acordo com o Yahoo News.


Imagem: BBC News

Anderson realizou os ataques entre setembro de 2005 e junho de 2006, segundo informações da BBC. Aparentemente, o homem faz parte de uma gangue internacional e foi condenado após investigações da Scotland Yard, a polícia metropolitana de Londres. Conforme o Daily Mail, pelo menos outras três pessoas fazem parte do grupo, mas apenas um membro foi pego, na Finlândia.

As autoridades estimam que Anderson tenha conseguido infectar cerca de 200 mil computadores. Os alvos não eram apenas as mÁquinas particulares, como também sistemas de hospitais, universidades e órgãos do governo.

Assuntos
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.