Microsoft deasativa links no Messenger para combater worm

Na tentativa de frear a disseminação de um malware, a Microsoft desativou a exibição de links nas versões de 2009 do Windows Live Messenger. Com isso, URLs enviadas e recebidas pelo software aparecem como texto simples e precisam ser copiadas e coladas no navegador para que o usuÁrio consiga acessar seu conteúdo.

Em um post no blog oficial, a companhia explica que o worm tem se espalhado pelas "maiores redes sociais e comunicadores instantâneos". Ele envia um link que, uma vez aberto, faz o download de um malware no computador da vítima que, por sua vez, repete o processo enviando novas mensagens aos outros contatos.



"Normalmente, quando o Messenger vê um endereço web em uma conversa, ele o transforma em um hiperlink que, quando clicado, automaticamente abre no navegador. Esse recurso facilita a instalação do worm sem o consentimento do usuÁrio", explica o blog da Microsoft. A empresa ainda afirma estar trabalhando em conjunto com especialistas da indústria e recorrendo ao aúxílio da lei para interromper a atividade criminosa.

Por enquanto, a Microsoft removeu temporariamente a funcionalidade de hiperlinks ativos nas conversas pelo Messenger. De acordo com a companhia, a versão 2011 jÁ possui um recurso de segurança de links e, portanto, não é impactado da mesma forma.

Assuntos
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.