Créditos: Divulgação Intel

Intel mostra a 10ª de CPUs para notebooks gamers: 8 núcleos com turbo a mais de 5GHz

Empresa também falou do futuro do Project Athena na CES 2020

A Intel começou a CES 2020 trazendo uma "espiadinha" no futuro de seus notebooks, tanto os modelos de alta performance para games quanto os modelos mais finos, leves e pronto para o uso cotidiano, dentro da visão do Project Athena, todos embalados pela 10ª geração de processadores Intel Core.

Começando pelos modelos gamers, a Intel soltou algumas informações sobre seus produtos da nova geração. A série 10000 da linha H de CPUs, aquela voltada ao alto desempenho, mantém a litografia em 14nm, porém trazem refinamentos para aumentar sua performance. Modelos Core i7 já será capazes de superar a frequência de 5.0GHz, com modelos Core i9 indo ainda mais longe. As configurações podem chegar a até 8 núcleos e 16 threads, em par com a configuração mais potente das versões de desktop.

A empresa não poupou comparações com a rival AMD durante a apresentação, e apesar de ainda "esconder o jogo" quando o assunto é a performance dos CPUs de 10ª geração, mostrou diversos cenários onde a empresa afirma estar na vantagem comparado aos melhores produtos da rival. 

Para os modelos mais eficientes da linha U, em compensação, a Intel foi mais generosa nos comparativos diretos. A 10ª geração Core tem como foco os elementos centrais do Project Athena: um notebook bastante responsivo e com alto desempenho, sempre pronto para entrar em ação, com muita autonomia, sempre conectado, com suporte a inteligência artificial e muito adaptável para vários formatos e interações.

Nós já experimentamos um modelo ultrafino baseado na 10ª geração Core! Abaixo você pode dar uma olhada em nossos experimentos com o Dell Inspiron 13!

A Intel também comentou de sua próxima geração, a Tiger Lake, baseada na nova litografia de 10 nanômetros, porém voltou a ser bastante limitada nas informações, ainda "escondendo o jogo" sobre seus futuros CPUs. A empresa destacou três pilares dessa nova geração: os gráficos Xe, aceleradores de desempenho de baixo consumo e o acelerador de inteligência artificial, o Intel Deep Learning Boost. Infelizmente, porém, não deu muito mais detalhes que isso, no momento.

Esse primeiro evento foi um "aperitivo" da Intel na CES, com mais novidades a caminho. A Consumer Electronic Show 2020 acontece em Las Vegas do dia 07 a 10 de janeiro. Estamos fazendo a cobertura in loco à convite da Intel, além de estarmos de olho em tudo que há de novo por lá através de notícias aqui no site e também lives no YouTube.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Com esses adiamentos dos games...

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.