Créditos: Mojang

Padre do Vaticano lança servidor de Minecraft

A ideia é reunir os jogadores em um ambiente não-tóxico

A toxicidade no ambiente online é uma queixa recorrente dos jogadores. Pensando nisso, um padre teve a ideia de lançar um servidor de Minecraft do Vaticano para, assim, reunir os grupos em um local mais amigável. O objetivo, segundo ele, é criar vínculos entre os jogadores que possam ser fortalecidos também no mundo real.

De acordo com o site PC Gamesn, a iniciativa de Robert Ballecer se tornou pública depois de ele ter virado notícia com a publicação de um vídeo pela Rome Reports. Segundo a publicação, Baceller começou a estudar tecnologia e engenharia no Vale do Silício antes de ter se tornado padre. Depois de ser ordenado, ele procurou usar sua educação e experiência tecnológica para ajudar os colegas líderes da igreja a se conectarem com mais pessoas.

Baceller espera que o servidor de Minecraft seja a porta de entrada para outras diversas iniciativas que ajudarão a mostrar aos jogadores a possibilidade de manter a fé sem abrir mão de jogos ou outras tecnologias. Para ele, apesar de aparentemente antagônicos, estes aspectos da vida podem até apoiar um ao outro.

"Não é sobre a tecnologia, nem mesmo sobre os jogos", disse o padre. "Trata-se de reunir pessoas que talvez possam mudar esses relacionamentos (virtuais) para o mundo real", declarou.

Ballecer teve a ideia sobre o servidor de Minecraft ao fazer uma enquete no Twitter, em agosto. Ao questionar seus seguidores sobre o jogo que melhor se encaixaria na proposta, Minecraft venceu com 64% dos votos, deixando para trás jogos como Rust, Ark e Team Fortress 2.

O servidor (minecraft.digitaljesuit.com) aparentemente já se encontra em testes, contudo, pode estar sendo alvo de trolls. Em uma postagem recente, Baceller afirma que logs mostram usuários conectando e desconectando em uma tentativa de preencher os espaços dos jogadores.

Via: PC Gamesn
  • Redator: Gabriel Tagarro

    Gabriel Tagarro

    Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

Qual foi o melhor ano para lançamentos de games?