Créditos: NVIDIA

Melhorias com foco em sistemas multi-GPU aparecem em novo driver da NVIDIA

Empresa adicionou o suporte para Multi-GPU Checkerboard Rendering
Por Fabio Rosolen 25/11/2019 11:51 | atualizado 25/11/2019 11:52 Comentários Reportar erro

A NVIDIA tem estado bem quieta quando se trata de sistemas multi-GPU com suas novas placas de vídeo GeForce RTX e GeForce RTX SUPER, mas parece que isso deve mudar em breve.

O usuário do 3DCenter conhecido como Blaire, criador do SLI Compatibility Bits, uma ferramenta bem útil para usuários de SLI e NVLink, descobriu recentemente que a NVIDIA adicionou o suporte para Multi-GPU Checkerboard Rendering em seus novos drivers de vídeo.

No momento é necessário habilitar este recurso manualmente com a ferramenta NVIDIA Inspector Profile alterando os valores de alguns itens para os destacados na imagem abaixo:

Checkerboard rendering não é necessariamente uma novidade, já que é o método de renderização usando em consoles de videogame como o PlayStation 4 Pro para oferecer gráficos com qualidade próxima ao 4K em alguns jogos. Mas quando estamos falando de configurações multi-GPU, as possibilidades que o suporte para checkerboard rendering proporciona são interessantes.

Blaire testou o recurso em múltiplos jogos, destacando que ele pode potencialmente funcionar em títulos baseados em DX10/DX11/DX12, embora isso dependa do jogo em si. Alguns jogos, como Monster Hunter World e GRID apresentaram erros após o recurso ter sido habilitado. Outros, como Quantum Break e The Elder Scrolls V: Skyrim Special Edition, não se beneficiaram dele.

Ainda assim, quando funcionou, o recurso Multi-GPU Checkerboard Rendering produziu resultados interessantes. Como é possível ver abaixo, por algum motivo Crysis 3 funciona melhor com o antigo modo Alternate Frame Rendering (AFR), embora o CFR tenha aumentado um pouco a quantidade mínima de frames por segundo:

Melhorias com foco em sistemas multi-GPU aparecem em novo driver da NVIDIA

Em outros testes, o recurso Multi-GPU Checkerboard Rendering se saiu bem melhor. O jogo Chernobylite registrou melhorias modestas com CFR sobre o modo AFR2 na média de frames por segundo (76 vs 72,3) e no máximo de frames por segundo (96,2 vs 90,6). Já a quantidade mínima de frames por segundo aumentou em 14fps com o novo modo habilitado (55,8 vs 41,8):

Melhorias com foco em sistemas multi-GPU aparecem em novo driver da NVIDIA

No caso do jogo A Plague Tale: Innocence, ele não funciona com AFR. Com isso o recurso Multi-GPU Checkerboard Rendering resultou em um bom aumento na performance para usuários com placas de vídeo em SLI:

Melhorias com foco em sistemas multi-GPU aparecem em novo driver da NVIDIA

Blaire também capturou gameplay do jogo Metro Exodus e a demonstração técnica de ray tracing Neon Noir baseada no CRYENGINE para mostrar o novo modo em ação:

O fato de que a NVIDIA ainda não se manifestou oficialmente sobre este recurso explica por que a lista de jogos compatíveis com Multi-GPU Checkerboard Rendering ainda é bem pequena.

A inclusão do suporte para este recurso prova que a NVIDIA está trabalhando para melhorar a experiência de jogo em sistemas multi-GPU. Há até especulações de que isso poderia ser aplicado à linha de GPUs 'Hopper', já que os rumores afirmam que esta linha teria um design “multi-chip-module” (MCM).

Fonte: Wccftech, TweakTown
  • Redator: Fabio Rosolen

    Fabio Rosolen

O novo visual do Xbox Serie X