Créditos: Valentine Tanasovich/Pexels

Demanda por DRAM volta a crescer e preços devem subir novamente

Preços de módulos DDR4 estão em baixa histórica, mas não isso deve durar muito
Por Carlos Felipe Estrella 21/11/2019 20:38 | atualizado 21/11/2019 20:40 Comentários Reportar erro

A demanda por módulos de memória RAM deverá começar a crescer nas próximas semanas, o que, por sua vez, deverá resultar num aumento dos preços dessa categoria de produtos. A estimativa é da divisão DRAMeXchange do TrendForce, que se especializou na análise de mercado dos produtos de DRAM.

Segundo o site Guru 3D, o custo dos módulos de memória DDR4 estão numa baixa histórica, o que significa que agora provavelmente é a melhor hora para comprá-los. Três grandes fabricantes de DRAM já projetaram um aumento dos seus envios de memórias aos lojistas no quarto trimestre de 2019. Isso se deve especialmente ao aumento nas demandas dos mercados de servidor e de smartphones.

A pesquisa de mercado do DRAMeXchange aponta que as vendas de todo o mercado cresceram 4% no terceiro trimestre de 2019, em comparação com os três meses anteriores. Parte do motivo é que os vendedores dos EUA adiantaram as importações de produtos dessa categoria para reduzir o impacto negativo das tarifas que serão implementadas por Donald Trump no país.

Fonte: Trendforce

O terceiro trimestre de 2019 viu a Samsung ampliar sua liderança no mercado de memórias RAM, agora com uma fatia de 41,6% dos envios aos lojistas. A SK Hynix aparece na segunda colocação com 28,6% do mercado e a Micron chega em terceiro com fatia de 19,9%.

As receitas da Samsung cresceram em 5% em comparação com segundo trimestre de 2019, alcançado um valor de US$ 7,1 bilhões (R$ 29,9 bilhões). Já a SK Hynix aumentou em 3,5% dos rendimentos (US$ 4,4 bilhões) e a Micron teve receitas apenas 1% melhores, com US$ 3 bilhões.

Via: Guru3D
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Quem você acha que merece o GOTY do The Game Awards?