Créditos: ASRock

ASRock lança placas-mãe TRX40 Taichi e TRX40 Creator para Threadripper

Modelos são compatíveis com os novos processadores Ryzen Threadripper de 3ª geração

A fabricante de hardware ASRock anunciou suas novas placas-mãe TRX40 Taichi e TRX40 Creator, que chegam com compatibilidade para os processadores AMD Ryzen Threadripper de 3ª geração. Como o seu nome indica, a TRX40 Creator foi pensada para criadores de conteúdos, e por isso traz suporte para as placas de vídeo Nvidia Quadro, inclusive com preparação exclusiva para SLI de dois modelos de GPUs profissionais.

Ela também permite que sejam usados até três SSDs M.2 com conexão PCI Express 4.0. A promessa é de que os drives de armazenamento com a tecnologia têm o dobro da velocidade das gerações anteriores, permitindo largura de banda de até 64Gbps. Na TRX40 Creator, cada SSD M.2 terá o seu próprio dissipador de calor, garantindo que o armazenamento manterá o seu bom desempenho mesmo em sessões prolongadas de uso.

A placa-mãe para criadores de conteúdo também tem conexão Wi-Fi 6 (protocolo 802.11ax), que trabalha nativamente com bandas de 2.4GHz e 5GHz de maneira simultânea. Os roteadores com essa tecnologia são capazes de transferência de dados com até 2,4Gbps de velocidade. Há ainda a presença do recurso MU-MIMO que fornece zero latência e até 40% de aumento no alcance. Ou seja, tudo que é necessário para se transferir arquivos 4K através de uma rede local sem se preocupar com o processo ser muito demorado.


Fonte: ASRock

Enquanto isso, o modelo ASRock TRX40 Taichi tem como foco permitir maior capacidade de overclock para os usuários. Ela possui as tecnologias Digi Power Phase e 90 A Dr. MOS. Em termos gerais, trata-se de um design de energia que permite que os componentes sejam mais duradouros e que a alimentação seja entregue de maneira suave para o processador.

Fonte: ASRock

De acordo com o ASRock, o recurso Dr. MOS monitora a corrente e a temperatura de cada fase e aumenta a energia entregue e a performance da CPU para que o usuário não precise se preocupar com latência ou lentos picos de energia. Com isso, a promessa é de que o usuário terá um sistema mais estável e grande potencial para overclock.

Via: TechPowerUp
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?