Netflix considera a migração de seus servidores para a plataforma AMD EPYC

Apresentação feita por um engenheiro da Netflix compara a plataforma da AMD com a da Intel
Por Fabio Rosolen 07/11/2019 10:16 | atualizado 07/11/2019 10:16 Comentários Reportar erro

Os processadores EPYC e Ryzen da AMD são geradores de receita particularmente fortes para a empresa e parece que isso continuará por um bom tempo. Os processadores EPYC 2 foram lançados em agosto com grande apoio da indústria, com o Google e o Twitter figurando entre as empresas que adoraram os novos chips em seus servidores. Agora parece que outro nome muito grande está prestes a apostar na plataforma EPYC da AMD – a Netflix.

   

Slides de uma apresentação interna mostram que a Netflix vem avaliando a possível adoção de servidores de vídeo baseados na plataforma AMD EPYC com velocidades de até 200Gb/s por servidor. Os slides também comparam servidores com um socket da AMD com as soluções com dois sockets da Intel.

Segundo o site Phoronix, Andrew Gallatin, engenheiro de software sênior na Netflix, apresentou os slides durante a conferência EuroBSDcon 2019 realizada recentemente na Noruega. Gallatin destacou as otimizações da empresa na pilha de rede para o FreeBSD, que pode atingir atualmente 190Gb/s. Já as otimizações NUMA da Netflix para o FreeBSD resultaram em seus servidores Intel Xeon passando de 105Gbps para 191Gbps.

Enquanto isso, o desempenho do servidor AMD EPYC subiu de 68Gbps para 194Gbps graças aos ajustes. Partindo de uma base mais baixa, agora os rivais estão muito mais próximos no desempenho.

O site Phoronix destaca que a plataforma EPYC é mais rápida e graças às 128 pistas PCIe por socket, os servidores com um socket podem se sair melhores do que os com dois processadores Intel Xeon. Apesar disso, algo que deixou o engenheiro de software da Netflix um pouco receoso é a falta de ferramentas para monitorar a saturação do Infinity Fabric.

Para quem estiver curioso, a apresentação do engenheiro da Netflix está disponível aqui como um PDF.

É preciso muita motivação para qualquer empresa considerar a troca de sua plataforma de servidor. O que está claro, no entanto, é que a plataforma AMD EPYC tem um monte de fãs lá fora. Fãs que estão aparentemente muito ansiosos para ver suas respectivas empresas fazer essa transição. Se esta tendência continuar, a AMD pode muito em breve deixar de ser apenas a escolha preferencial para se tornar líder de mercado nos próximos 10 anos.

Via: HEXUS.net, Phoronix Fonte: eTeknix
  • Redator: Fabio Rosolen

    Fabio Rosolen

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?