Créditos: Jarvis/YouTube

Epic Games bane streamer com 2 milhões de inscritos por trapacear em Fortnite

Youtuber utilizou aimbot durante vídeos, o que vai contra as diretrizes do game

A Epic Games baniu um youtuber de Fortnite com quase dois milhões de inscritos no YouTube após o produtor de conteúdo publicar vídeos em que utiliza uma trapaça que ajuda na mira durante o gameplay. Conhecido como Jarvis Kaye,o streamer britânico de 17 anos também faz parte da equipe FaZe Clan e conta com mais de 600 mil seguidores na Twitch, mas agora está proibido de jogar o battle royale.

Após ser banido pela criadora do game, Jarvis lançou um vídeo explicando a situação. O produtor de conteúdo disse que não sabia das consequências do seu ato e estava usando uma trapaça de aimbot para oferecer "melhor entretenimento" para seu público. O youtuber também chorou durante o vídeo por "nunca mais poder jogar Fortnite".

Apesar da punição severa, o banimento só afeta o perfil do produtor de conteúdo dentro do game e sua conta na Epic Games e também nas plataformas de vídeo não sofrerão consequências. Além disso, existe a possibilidade da desenvolvedora afrouxar o castigo, visto que outros jogadores profissionais já foram pegos trapaceando até mesmo em qualificatórias para campeonatos e só receberam duas semanas de afastamento do jogo.

Epic é severa com divulgação de cheats

O fator que pesa conta Jarvis é a apresentação das trapaças em vídeo. Apesar de o streamer se defender que usou o aimbot apenas para entretenimento e sem fins competitivos, a exibição da trapaça para milhões de seguidores pode ser considerada pela Epic como divulgação de cheats.

A empresa leva a sério o combate aos trapaceiros, principalmente quem ajuda a proliferar softwares que podem dar vantagem no game. No ano passado, a dona de Fortnite até processou um jogador de apenas 14 anos por exibir cheats no YouTube. Com isso em mente, pode ser que Jarvis acabe ficando longe do game que o tornou famoso por bastante tempo.

Via: Metro
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?