Créditos: TechPowerUp

Microsoft anuncia atualização do DirectX Tier 1.1 e Directx 12 para 2020

As novas funcionalidades da API vão melhorar o desempenho de games em PCs
Por Ana Luiza Pedroso 30/10/2019 19:04 | atualizado 30/10/2019 19:05 Comentários Reportar erro

A Microsoft anunciou que as atualizações do Windows 10 no primeiro semestre de 2020 vão trazer novas funcionalidades para API melhorar o desempenho do PC em games. Serão inclusas novidades nos gráficos 3D do DirectX 12 e também será feita uma expansão da API de Ray-Tracing DirectX (DXR), atualizando para o nível 1.1. Essa vai ser a primeira grande atualização da API desde o seu lançamento, que foi em 2014 e a empresa fez uma publicação em seu blog de desenvolvedores explicando os novos recursos.

Post completo no Blog developers da Microsoft

DXR Tier 1.1: esse novo recurso é a atualização do DXR 1.0 que foi lançado em 2018. As principais melhorias implementadas pela nova tecnologia são: suporte para adicionar shaders extras a um Raytracing PSO existente; Suporte ExecuteIndirect para Raytracing, o que vai permitir que os algoritmos sejam adaptáveis e os números de ray-tracing sejam definidos pela linha do tempo de execução da GPU; Introdução do Inline Raytracing, que abre novos casos de uso de DXR e se torna uma alternativa menos complexa para o sistema completo de raytracing baseado em shader.

A Microsoft também anunciou a tecnologia chamada de Mesh Shader. A empresa diz em seu post que o principal objetivo dessa novidade é aumentar a flexibilidade e o desempenho do pipeline de geometria da GPU. Ele também vai ser usado para melhorar o desempenho, já que permite que a geometria não precise gerar novos buffers na memória. Isso vai fazer com que os desenvolvedores dos jogos consigam aumentar os detalhes geométricos, renderizando cenas mais complexas sem ter que mexer na taxa de quadros.


O DirectX Sampler vai ser usado para registrar áreas de textura do game e otimizar em maior qualidade. Ele será útil principalmente para dar o retorno para o hardware dos fluxos de transmissão de textura (texture streaming) e os sombreamento de espaço de textura (Texture-Space Shading). Basicamente, essa função vai permitir que sejam feitas maiores renderizações, reduzindo os fluxos de trabalho.

As novidades já estão disponíveis para os usuários Windows Insiders, que estão testando as novas funções. As mudanças vão começar a ser aplicadas no próximo ano e os desenvolvedores vão poder usar as atualizações para otimizar os seus games.

Via: TechPowerUp Fonte: Microsoft Developers blog
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?