Créditos: Micron

SSD Micron X100 promete ser o mais rápido do mundo com memória 3D Xpoint

Tecnologia originalmente desenvolvida em conjunto com a Intel é similar à Optane

A Micron lançou o seu novo SSD X100 com tecnologia 3D Xpoint, que chega com a empresa prometendo se tratar do mais rápido disco de estado sólido do mercado. Ainda segundo a Micron, a peça de hardware foi desenvolvida para lidar com aplicações intensivas em termos de memória e armazenamento em data centers.

"O inovador produto X100 da Micron traz o disruptivo potencial da tecnologia 3D Xpoint para os data centers, conduzindo uma melhora de desempenho inovadora para aplicações e permitindo casos de uso totalmente novos".
Sumit Sadana, vice-presidente executivo da Micron

O Micron X100 oferece até 2,5 milhões de operações de input/output por segundo (IOPS), o que é mais de três vezes mais rápido do que os SSDs disponíveis hoje no mercado. Ele também tem até 9GB/s de largura de banda para os modos de leitura, escrita e até mesmo tarefas mistas. Também de acordo com a fabricante, o X100 tem até 11 vezes menor latência de escrita e de leitura do que SSDs NAND tradicionais.

Fonte: Micron

A Micron é a única provedora verticalmente integrada de soluções DRAM, NAND e 3D Xpoint do mundo, e este produto continua a evolução do nosso portfólio em direção a soluções de maior valor para o mundo, que aceleram as capacidades de inteligência artificial, impulsionam análises de dados mais rápidas e criam novos insights para nossos consumidores".
Sumit Sadana, vice-presidente executivo da Micron

Fonte: Micron

Para completar, segundo os dados da Micron, o X100 permite melhorias de duas a quatro vezes no desempenho de aplicações tradicionais de data center. Além disso, de acordo com representantes da firma, o SSD tem alto desempenho mesmo em baixas densidades de armazenamento — o que evita que os clientes corporativos tenham que trazer um excesso de capacidade para ter maior performance.

Via: TechPowerUp
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?