Créditos: Intel

Intel e Capcom divulgam detalhes e datas do World Open de Street Fighter V

Equipes do Brasil competirão com times dos EUA e da República Dominicana por vaga na etapa global
Por Carlos Felipe Estrella 13/10/2019 22:58 | atualizado 13/10/2019 22:58 Comentários Reportar erro

A Intel e a Capcom revelaram novos detalhes sobre o campeonato World Open de Street Fighter V, incluindo as datas nas quais serão disputadas as classificatórias. Na qualificação, as equipes brasileiras irão disputar com times dos Estados Unidos e da República Dominicana pelas vagas na etapa global da competição. No total, serão 12 nações e territórios disputando o título de campeã mundial.

A criação da equipe de cada país começará em março de 2020, com o objetivo de selecionar os quatro melhores ciberatletas daquela nacionalidade. Ainda segundo as empresas, não há qualquer limite para a quantidade de participantes das eliminatórias. O time de quatro jogadores será responsável por representar seu país nas semifinais em Katowice, na Polônia.

"Existem duas formas para criar uma equipe para o Intel World Open. No processo Nacional/Território, 12 nações/territórios são pré-selecionados para formar as equipes nacionais. A etapa começa em março e irá selecionar os quatro melhores jogadores de cada país, que irão formar a equipe nacional daquele país. Não haverá limite para o número de participantes. A equipe nacional irá participar das semifinais em Katowice, na Polônia, em junho".
Comunicado oficial da Intel

As primeiras classificações regionais irão rolar na América do Norte, na América Central e na América do Sul. Os ciberatletas que não estiverem nos 12 times nacionais selecionados previamente poderão competir em eliminatórias regionais que acontecerão entre março e maio. Essas eliminatórias regionais rolarão em países como Canadá, México, Argentina, Chile e Cuba. Como já foi explicado, o Brasil já está entre as 12 equipes pré-selecionadas e por isso não participa dessa eliminatória.

  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?