Créditos: MSI

MSI diz que AGESA 1.0.0.4 terá mais de 100 otimizações para linha Ryzen 3000 - Explicamos!

As versões AGESA são atualizações de firmware da placa-mãe trazendo correções e otimizações
Por Fabio Feyh 06/10/2019 13:13 | atualizado 06/10/2019 16:57 Comentários Reportar erro

A MSI fez um anuncio nessa semana que chamou a atenção pela quantidade de correções e otimizações prometidas, de acordo com a empresa o novo AGESA 1.0.0.4 terá mais de 100 correções e otimizações, com foco na linha de processadores Ryzen 3000, algo natural sendo que as linhas anteriores já alcançaram o que poderia ser melhorado em updates anteriores. Não foi informado quais as placas trarão suporte para essa versão que será lançada, mas certamente as empresas devem dar maior atenção aos seus produtos mais recentes, falo das empresas porque apesar da MSI ter feito o anúncio isso pode valer para todas as parceiras de placas-mãe da AMD, como ASRock, Asus, Gigabyte etc.

MSI: Next 1004 BIOS with 100+ fixes will follow in November

Se você está na dúvida sobre quais correções e otimizações esse tipo de atualização traz, as principais estão relacionadas ao suporte para novos hardwares, especialmente módulos de memórias, mas também SSDs entre outros. Otimização dos CPUs suportados e de como gerenciam os clocks também estão as situações normais de acontecer com atualização de bios. Agora 100 correções e otimizações é bastante coisa, boa parte delas podem se tratar de simples modificações sem grandes efeitos práticos, que a MSI somou para gerar um número grande a fim de gerar maior destaque ao assunto. De outro lado, esse número pode ser interpretado de forma positiva ou negativa, porque é um número alto para lançar como melhorias e correções com a plataforma já disponível no mercado e sendo através de uma atualização manual, não de forma automática. Novamente, não tem nenhum comunicado oficial da AMD a respeito de um número tão grande de supostas "correções" e "melhorias", por isso várias delas podem ser específicas da MSI como eventuais otimizações para overclock por parte da própria empresa.

Não espere grandes melhorias gerando saltos de desempenho, seria incomum

É importante destacar alguns pontos para os menos informados e que nunca fizeram esse processo. A atualizações de BIOS, leia-se o firmware das placas-mãe para aplicar essas correções e otimizações, requer uma BIOS específica compatível apenas com uma única placa-mãe, não é possível instalar uma mesma BIOS em diferentes modelos, mesmo que da mesma marca. Quem libera a BIOS de forma pública é o fabricante da placa, então quando o lançamento ocorrer, que está previsto para novembro, você deverá entrar no site oficial de sua placa-mãe e baixar a bios, uma busca rápida no Google pelo modelo de sua placa-mãe normalmente retorna o link oficial na primeira página, como por exemplo: MSI MEG X570 Ace.

Vamos fazer artigos em texto e vídeo de atualização de BIOS


Atualizar a BIOS não é um bicho de sete cabeças, mas...

Muita gente tem dúvidas do processo de atualizações de BIOS, sendo assim iremos fazer alguns artigos em breve mostrando o processo que é o mesmo para modelos de placas AMD e Intel. O maior medo por parte de alguns usuários está em acabar gerando algum problema que trave e inviabilize o uso do sistema, as placas lançadas nos últimos anos trazem proteções justamente para evitar que algo de errado, mas se o processo for feito errado de alguma forma ou mesmo apresente algum erro, pode acabar gerando algum problema e dor de cabela, sendo assim FAÇA POR SUA CONTA E RISCO!!!

Normalmente basta baixar e descompactar a BIOS que você fez download dentro de um pendrive em formato FAT/FAT32, depois entrar na BIOS de sua placa-mãe. Normalmente para entrar na BIOS é utilizado as teclas DEL(padrão, que alias deveria ser única), mas também é possível entrar pelas teclas F2(Muitos notebooks), F7, F8(Asus), F11(ASRock, MSI), F12(Gigabyte), depende muito do fabricante. Após entrar na BIOS, é necessário procurar pelas opções como ASRock Instant Flash, Asus EZ Flash, Gigabyte Q-Flash ou MSI M-Flash citando algumas das principais fabricantes, entrando nessas opções você poderá escolher onde está o arquivo de BIOS que baixou, selecione e mande atualizar, o process é rápido e feito de forma automática.

Após uma atualização de BIOS, normalmente o sistema perde eventuais configurações como definição do perfil de memórias utilizado(mas não vai gerar problema da máquina não funcionar ou algo do tipo). Para configurar novamente é bem rápido e fácil de ser feito, também será parte de outro artigo que estamos preparando, em texto e vídeo.

Por fim, outro contratempo é que as vezes ao atualizar uma BIOS o sistema muda a ordenação dos drives onde inicia o BOOT, basta definir por onde quer que o sistema operacional inicie e pronto, não terá nenhum problema perdendo dados ou algo do tipo, apenas "reorganização" de algumas definições.

As empresas não recomendam atualizar a BIOS, apenas se se você tem um problema, faça por sua conta e risco!!! :O

Noticiaremos quando a nova versão AGESA for lançada. As empresas recomendam fazer update apenas se o sistema estiver apresentando problemas, particularmente faço sempre para evitar que algo influencie nos testes, virou mecânico, nunca sequer tive um problema, e já devo ter feito algumas centenas de vezes, porém se as empresas falam para só fazer se tiver problema, faça por sua conta e risco, mas em uma situação como essa, não terá os teóricos benefícios.

Via: Guru3D
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

Qual melhor lançamento de game em outubro de 2019?