Créditos: Exame

EUA concede isenção parcial dos impostos de importação sobre hardwares chineses

A isenção já está válida e vai estar em vigor até dia 20 de agosto de 2020

O Departamento de Comércio dos EUA anunciou que irá conceder um período de isenção parcial dos direitos de importação impostos pelos Estados Unidos sobre os produtos chineses. Esse tempo começou na última sexta-feira (20) e vai valer até dia 20 de agosto de 2020. Os equipamentos que estarão livres de impostos são hardwares para PC, como por exemplo: placas de vídeo, placas-mãe e alguns periféricos.

Os produtos isentos são aqueles que são primordialmente importados da china, ou seja, que não há produção em outros lugares e, além disso, os que a tarifa pode causar "sérios danos econômicos". Portanto, se encaixam alguns hardwares específicos, sendo eles: placas-mãe, placas de vídeo, gabinetes, dispositivos de entrada de mouse que custarem mais de US$70, unidades de entrada de trackpad que custarem mais de US$100 e unidades de fornecimento de energia que produzem mais de 500W.

Em resumo, isso significa que as taxas que tiveram aumentos de 25% na base tributária, a partir de agora estão congeladas para os hardwares mencionado acima. O que vai diminuir a dificuldade de muitas empresas em adquirir muitos produtos que são fabricados em solo chinês. 

O pedido de isenção dos impostos desses equipamentos foi solicitado por partes dos EUA que tem maior interesse no mercado de hardware. Se seguirem as premissas de danos ao comércio estadunidense os produtos solicitados vão poder ser isentos de impostos. A isenção é válida apenas para pedidos feitos após o dia 20 de setembro de 2019.

Os produtos que poderão ter a isenção aplicada são os que tiveram pedidos depois do dia 20 de setembro

O anúncio do governo em congelar os impostos para esses produtos acontecem no momento em que os EUA estão tentando reiniciar as negociações comerciais com a China. Recentemente, o atual presidente Donald Trump adiou a imposição de uma tarifa de 10% nos sistemas de smartphones, laptops e videogames montados na China até 15 de dezembro. A decisão foi tomada devido as preocupações de que a ação comercial poderia aumentar os preços dos produtos durante a temporada de compras de final de ano.

Via: Guru3D, TechPowerUp
Assuntos
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Qual melhor lançamento de game em outubro de 2019?

Últimas