Créditos: Rockstar Games

Dona da Rockstar, Take-Two afirma que está pronta para a próxima geração

CEO da firma reconhece aumento exponencial da importância do PC para o mercado

A distribuidora Take-Two Interactive, conhecida principalmente por ser a empresa-mãe da Rockstar Games, está pronta para a próxima geração de consoles — e foi exatamente isso que afirmou o CEO da organização, Strauss Zelnick, em entrevista ao site Game Industry.

"Nós realmente não esperamos mudanças materiais de custo com a [nova] geração. Toda vez que nós temos uma nova tecnologia que nos permite fazer mais, os desenvolvedores querem fazer mais e isso pode nos custar um extra. Mas nossas expectativas atuais não são de que você verá uma ampliação no custo".
Strauss Zelnick, CEO da Take-Two Interactive

Site oficial: Red Dead Redemption 2

Mesmo assim, Zelnick acredita que a nova tecnologia irá permitir que os desenvolvedores da Take-Two sejam mais criativos e consigam inovar mais em seus games. A ideia por trás do discurso era de acalmar os investidores, convencendo-os de que a nova geração de consoles não irá afetar de maneira negativa as finanças ou o catálogo da firma.


Fonte: Wikimedia Commons

"Os dias em que você via uma curva brusca subindo e descendo no negócio de entretenimento interativo… ficaram para trás. A transição da geração passada para a atual não foi exigente conosco, ou com a indústria. Realmente é a primeira vez que a indústria passou por uma dessas transições se alguém acabar falindo".
Strauss Zelnick, CEO da Take-Two Interactive

Até o momento, porém, não há nada de concreto sobre os planos da Rockstar Games para a próxima geração de consoles. Enquanto os modos online de Grand Theft Auto V e de Red Dead Redemption 2 ainda rendem grande lucro para a firma, a desenvolvedora não trata publicamente dos seus próximos projetos.

"O mundo mudou. Quando consideramos o lançamento de um console, a plataforma PC agora pode ser 40% ou 50% dessa receita. Dez anos atrás, esse número era 1% ou 2%. Claramente o mundo etá mudando. O que anteriormente era um sistema fechado está se tornando num sistema aberto. Isso significa que o hardware irá se parecer mais com hardware e menos como hardware exigindo do software, o que é uma ótima notícia para nós".
Strauss Zelnick, CEO da Take-Two Interactive

Via: Games Industry
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Já comprou novamente um mesmo game em outra plataforma?