Créditos: ESA

E3 2020 deverá apostar em mais celebridades e parcerias pagas com a mídia

Organização do evento também considera oferecer 10.000 ingressos a mais para o público em geral

A organização da feira de games E3 2020 estaria planejando trazer mais celebridades para o evento do que as que estavam presentes na edição passada, além de serem arranjados contratos com influenciadores e parcerias pagas com a mídia. Também está sendo considerado aumentar em 10.000 a quantidade de ingressos para consumidores — levando o total para 25.000 tickets para o público em geral.

Essas informações foram vazadas a partir de uma apresentação com propostas para a feira do ano que vem, que foi publicada pelo site GameDaily. A associação responsável pela E3, ESA, estaria propondo um foco maior nos consumidores, incluindo por exemplo a presença de jogadores famosos de basquete para promover determinados jogos.

A proposta da ESA ainda fala de usar mais os influenciadores, em especial para promover a E3 em lugares que normalmente não costumam cobrir games. O documento ainda fala de oferecer que os influenciadores doem dinheiro para uma instituição de caridade ou que usem seu espaço para trazer consciência para alguma causa delicada. A ideia seria trazer uma imagem mais positiva para a indústria dos games frente ao público em geral.

Para completar, a organização da feira ainda planeja usar dinheiro para fechar negócios com a mídia. A ideia seria promover parcerias pagas para que a ESA possa controlar o conteúdo e a mensagem que é passada sobre a E3 2020. Essa estratégia inclusive já estaria sendo testada no programa Tech Impact, da CNBC, que foi criado e distribuído pela ESA. Apesar disso, não existe qualquer menção ao envolvimento da organização ou que se tratam de vídeos patrocinados.

Via: PC Gamer, Game Daily
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Já comprou novamente um mesmo game em outra plataforma?