Créditos: Tom's Hardware

Vazam especificações de Intel Xeon-W com 26 núcleos e clocks de até 4.1GHz

Nova CPU deverá ser compatível com a plataforma C621 para o mercado HEDT

A Intel estaria prestes a lançar um novo processador Xeon-W para o mercado High-end Desktop (HEDT), que teve suas especificações vazadas recentemente na internet. Segundo detalhes encontrados na base de dados do programa Sandra da Sisoftware, essa nova CPU terá 26 núcleos e 52 threads.

De acordo com o site WCCF Tech, esse novo processador é listado na mesma área que os Core i3, Core i5 e Core i7 – o que indica que não se trata de uma CPU Xeon-W tradicional. Esse e outros fatores indicam que o novo chip da Intel foi pensado para as placas-mãe entusiastas com socket LGA 3647, o mesmo utilizado no Intel Xeon W-3175X.

Em termos de clock, esse novo processador da Intel teria clock turbo de até 4.1GHz. Vale lembrar que o Xeon W-3175X mencionado acima tem frequência turbo de 3.8GHz no site da Intel, mas é listada como 4.4GHz no benchmark do Sandra.

Em relação ao novo Intel Xeon-W de 26 núcleos, o software mostra que ele tem 35,75MB de cache L3 e 26MB de cache L2. Os chips foram testados usando a placa-mãe Asus ROG Dominus Extreme, que possui o chipset C621. Não existem muitas placas-mãe disponíveis no mercado com o chipset, limitando-se no momento a modelos de Asus e Gigabyte, com a EVGA prometendo um novo produto do tipo para o futuro.

O processador Intel Xeon W-3175X custa US$ 3.000, sendo o processador de desktop mais caro que a empresa oferece hoje. É provável que o novo processador da linha chegaria por um preço menor, sendo mais acessíveis para usuários interessados nesse mercado, mas que não estão dispostos a investir um valor tão alto. Ainda assim, as placas-mãe são quase tão caras quanto a CPU em si.

Segundo o Tom's Hardware, essa nova CPU seria parte da estratégia da Intel para lidar com as concorrentes AMD Threadripper 3000, que deverão chegar em breve ao mercado. Isso se enquadraria na promessa da Intel de oferecer melhor custo/benefício em seus produtos e não apenas desempenho superior – como foi o caso nos últimos anos.

Via: Tom's Hardware, WCCF Tech
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor lançamento de setembro de 2019?