Créditos: CNET

Novo notebook Acer Predator Triton 500 tem uma tela de 300Hz e custa US$ 2.800

Notebook vem com um Intel Core i7-8750H e uma Nvidia GeForce RTX 2060
Por João Gabriel Nogueira 07/09/2019 16:46 | atualizado 07/09/2019 16:46 Comentários Reportar erro

A IFA 2019 vai ser lembrada pelos notebooks com frequências impressionantes de atualização de tela. Isso porque a Acer decidiu não deixar a Asus roubar toda a atenção com o Asus Zephyrus S GX701 e mostrou seu próprio modelo com display de 300Hz, o Predator Triton 500.

Vale destacar que essa é a primeira vez que vemos notebooks chegando nessa taxa de atualização, com o Zephyrus e o Triton 500. Até então, o máximo que esse tipo de dispositivo chegava era em 240Hz. O display do notebook da Acer tem 15,6'' e a resolução fica nos 1080p (FullHD), o que deve ajudar a bater os quase 300fps necessários pra justificar o investimento.

Para aproveitar os 300Hz da tela, o modelo básico do Predator Triton 500 traz um Intel Core i7-8750H e uma Nvidia GeForce RTX 2060 com Max-Q para os gráficos. O comprador pode optar por uma RTX 2080 também. Na parte de memória temos 16GB ou 32GB DDR4 e até dois SSDs de 512GB PCIe 3.0 x4 em RAID 0. 

Mas claro que um display tão avançado não viria por um preço de entrada. O valor sugerido pelo modelo mais "simples" do Predator Triton 500 começa nos US$ 2.800. A Acer, é claro, recomenda seu novo notebook para jogadores "hardcore" e competitivos, que consideram que o máximo da fluidez e responsividade podem garantir aquela vantagem extra para vencer uma partida. O Predator Triton 500 deve chegar com seus 300Hz às prateleiras ainda em dezembro deste ano, um pouco depois do Zephyrus S GX701, que deve ser seu principal competidor por enquanto.

Fonte: TweakTown
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?