Créditos: Divulgação/Remedy Entertainment

Control em 8K é insanamente pesado e usa 18GB de VRAM

Você vai precisar de uma GPU de US$ 2,5 mil para rodar bem o game nessa resolução
Por Felipe Gugelmin 04/09/2019 08:51 | atualizado 04/09/2019 08:51 Comentários Reportar erro

Lançado oficialmente no dia 27 de agosto, Control é um game que já desafia muitos hardwares ao rodar em 1080p com todos os seus efeitos ligados. Embora teoricamente seja possível aproveitar o jogo em resoluções que chegam ao 8K, você vai precisar ter uma máquina com especificações um tanto surreais para conseguir isso, ao menos no lado da GPU usada.

Uma bateria de testes realizada pelo site TweakTown mostra que, para executar bem o jogo dentro desses parâmetros, você vai precisar de uma GPU monstruosa. No caso, o site optou por uma NVIDIA TITAN RTX, com incríveis 24 GB de GDDR6 — 18 dos quais acabaram sendo consumidos pelo trabalho da Remedy. “As outras placas simplesmente não tinham VRAM suficiente e a performance caiu de um barranco. Injogável sem a TITAN RTX”.

A grande exigência se deve ao fato de que o site estava determinado a testar Control com todas os seus recursos ligados na capacidade máxima. Isso significa que o título estava com o Ray Tracing ligado na capacidade alta e seu MSAA estava configurado em 4X — o DLSS, que costuma melhorar o desempenho de jogos com Ray Tracing, permaneceu desligado. Confira as especificações completas do PC usado:

  • CPU: AMD Ryzen 7 3700X (8C/16T)
  • GPU: NVIDIA TITAN RTX (24GB GDDR6) 
  • RAM: G.SKILL 16GB DDR4 Royal Trident Z 
  • MOBO: ASRock X570 Taichi 
  • Armazenamento: 2TB AORUS NVMe PCIe 4.0 SSD
  • Fonte de energia: Corsair AX860i PSU 
  • Gabinete: NZXT H500 Overwatch Special Edition Case

Enquanto o consumo de VRAM de Control superou um pouco os 18 GB na resolução 8K, ele ficou em aproximadamente 8 GB ao executar o game em 4K. O Ray Tracing é especialmente pesado nesse sentido, sendo responsável pela adição de aproximadamente 4 GB no consumo de VRAM, conforme indicam os benchmarks publicados.

Fonte da imagem - Reprodução/TweakTown

O TweakTown afirma que, embora não pretenda jogar o game nessa resolução — que exige uma TITAN RTX de US$ 2,5 mil —, o experimento é interessante para tentar ver qual é o futuro da indústria. Caso a resolução 8K se torne padrão no futuro, fabricantes de hardware vão ter que entregar produtos consideravelmente mais poderosos, o que terá implicações nem sempre muito boas para o bolso dos consumidores.
 

Fonte: TweakTown
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

Qual vai ser o melhor lançamento de setembro de 2019?