Créditos: AMD

CPUs AMD Epyc batem Intel Xeon no Geekbench, mesmo custando quatro vezes menos

Teste comparou quatro Intel Xeon 8180M contra dois AMD Epyc 7742
Por Carlos Felipe Estrella 02/09/2019 16:21 | atualizado 03/09/2019 08:21 Comentários Reportar erro

Dois processadores AMD Epyc trabalhando em conjunto num servidor foram capazes de bater um outro servidor corporativo com quatro CPUs Intel Xeon no Geekbench. O detalhe mais impressionante é que esses dois Epyc 7742 custam quatro vezes mais baratos do que a alternativa de quatro processadores da Intel.

Como aponta o site Guru3D, porém é importante ter em mente de que o benchmark utilizado não é representativo do desempenho de servidores em situações reais de uso. De qualquer maneira, ele traz insights válidos sobre o desempenho dos processadores, em especial em termos de força bruta de computação.

O servidor com dois processadores AMD Epyc 7742 trazia, no total, 128 núcleos e 256 threads. A companhia desses dois processadores para servidores da Intel pode ser adquirida por US$ 13.900 (R$ 58.100 em conversão direta). Já os quatro Xeon 8180M custam um total de US$ 52.044 (R$ 217.539)  e oferecem 112 núcleos com 224 threads.

 

O modelo impulsionado por processadores da AMD atingiu um placar de 193.554 pontos no teste de múltiplos núcleos do Geekbench para Linux. Ao mesmo tempo, os quatro Intel Xeon 8180 estavam posicionados dentro de um servidor Dell PowerEdge R840, que obteve 155.050 pontos de múltiplos núcleos.

Em termos de desempenho IPC puro, que é testado a partir de tarefas single-threaded, a coisa ficou muito mais equilibrada. O AMD Epyc 7742 ainda assim se saiu melhor, com 4.876 pontos, o que mostra as consideráveis evoluções trazidas pela arquitetura Zen 2. Em comparação, o Intel Xeon 8180M tem desempenho single-thread de 4.700 pontos.

Via: Guru3D
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual game da TGS você está mais ansioso?