Créditos: Montagem: Adrenaline

AMD envia mais chips gráficos para PC que a Nvidia pela primeira vez em 5 anos

Nvidia se mantém estável enquanto AMD apresentou crescimento expressivo no segundo trimestre

O Jon Peddie Reserach, empresa conceituada de pesquisa de mercado com foco no segmento de computação, liberou seu relatório do segundo trimestre de 2019 de chips gráficos e os números são interessantes para a AMD. A empresa superou a Nvidia no envio de chips gráficos pela primeira vez em 5 anos, resultado de um crescimento de quase 10% na comparação do primeiro e segundo trimestre. Esses números consideram apenas chips gráficos para PCs, com consoles ficando de fora, não contando vendas dos videogames Playstation e Xbox (AMD) ou Nintendo Switch (Nvidia).

Os dados contam tanto os gráficos dedicados em placas de vídeo quanto os integrados no processador, o que faz com que a Intel tenha liderança absoluta nos números, já que boa parte de seus processadores possuem chips gráficos, algo que a AMD também possui em alguns produtos e que a Nvidia não tem presença significativa.

Apesar da boa notícia para o lado vermelho da força, é bom destacar que além de manter números estáveis entre o primeiro e segundo trimestre, a Nvidia também não possui opções nos níveis mais altos de performance e custo, ou seja, produtos de maior margem de lucro. A AMD apenas recentemente introduziu os modelos Navi, com as placas RX 5700 XT e RX 5700, atingindo segmentos high-end mas ainda não alcançado os modelos mais potentes da Nvidia, e com modelos intermediários e de entrada da série 500 respondendo por um numero significativo desses envios, junto com gráficos integrados nas APUs.

Falando no mercado de computadores como um todo, apesar do aumento nos envios de 9.25%, menos computadores com gráficos dedicados foram enviados para os lojistas. Desktops e notebooks com GPUs dedicadas caíram de 29% no primeiro trimestre para 27% no segundo, de acordo com dados do JPR.

Via: tom's Hardware
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

Qual game da TGS você está mais ansioso?