Créditos: Razer

Razer apresenta mouse Viper com switches ópticos com foco em eSports

Esse é o primeiro produto da marca com a tecnologia, que promete acionamento dos botões 3x mais rápido

A Razer apresentou o seu novo mouse gamer Viper, que chega com switches ópticos em busca de oferecer um acionamento dos botões mais responsivo. O periférico tem foco em eSports e jogos de alto desempenho, onde seu tempo três vezes mais rápido para reconhecer cliques nos botões pode fazer uma grande diferença.

O mouse traz um sensor óptico 5G da marca, assim como cabo com tecnologia Razer Speedflex para diminuir a sensação de arrasto na mesa. Na base, os usuários encontram um botão que pode ser utilizado para alterar o DPI (dots per inch) desejado de maneira mais prática, sem precisar usar um software específico para isso.

Normalmente, mouses gamer topo de linha costumam usar switches mecânicos tradicionais, que utilizam sinais elétricos criados a partir de contatos de metal. O problema é que essa tecnologia pode causar um efeito onde múltiplos comandos são registrados.

Para evitar isso, as empresas usam um recurso conhecido como debounce, que acaba resultando num tempo de resposta mais lento — ao mesmo tempo em que garante que apenas um clique seja reconhecido.

"O Razer Viper foi desenvolvido em colaboração com alguns dos melhores atletas de e-Sports do Team Razer. Com os Optical Mouse Switches, o Viper oferece a precisão e o controle necessários para ter sucesso em qualquer jogo competitivo da atualidade".
Alvin Cheung, vice-presidente sênior da unidade de negócios de periféricos da Razer

A diferença dos switches ópticos é que eles não precisam desse contato físico para os comandos serem acionados. Ao invés disso, eles utilizam um obturador que permite ou bloqueia a passagem de uma luz infravermelha. Quando o jogador clica no botão, um sinal elétrico é mandado para o PC, resultando numa resposta mais rápida para o comando.

"As configurações de DPI do Viper podem ser ajustadas com precisão pelo software Razer Synapse 3 e armazenadas diretamente na memória integrada do mouse, permitindo que os usuários acessem instantaneamente suas preferências de qualquer lugar a partir de um botão, localizado na base do periférico. O Viper tem ainda oito botões programáveis e habilitados para macros e funções secundárias, ideais para partidas de alta intensidade".
Comunicado oficial da Razer

  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?