Créditos: Imagem: Videocardz

Marketing da Asus deixa discrição de lado e faz comparações desconfortáveis com MSI e Gigabyte

Slides fazem comparações bastante enfáticas das vantagens dos produtos da marca

Já estamos bem acostumados aos slides da equipe de marketing das empresas de hardware, cheio de porcentagens e recursos que mostram que seus produtos são melhores, porém o tom enfático e direto da Asus parece ter causado um desconforto na indústria. Peças publicitárias da empresa mostram diversos aspectos em que seus produtos se saem melhor, porém ao invés de referências genéricas das concorrentes, ela colocou claramente as marcas rivais e seus produtos.

As comparações envolvem vários fatores, como aquecimento nos componentes de alimentação e estabilidade do processador, frequências atingidas, qualidade dos materiais e especificações em geral. Na apresentação há pouco esforço em esconder quais os produtos e marcas sendo comparados, e há termos bastante pesado para descrever os adversários, como worst (pior), weak (fraco) e várias "coroas" distribuídas pela a Asus no melhor método napoleônico.

Videocardz salvou as telas e tem ainda disponível por lá e, de acordo com eles, Gigabyte e MSI teriam ficado desconfortáveis com a publicidade e teriam reclamado com a AMD sobre o assunto. Um indício que tem "algo aí" é que o site El Chapuzas Informático, que originalmente publicou os slides, tirou do ar a publicação.

O tom bastante incisivo da Asus em relação a suas competidoras não é novidade. Na apresentação ao vivo da AMD na Computex (que por algum motivo roda a 14fps quase jogáveis) o COO da Asus, Joe Hsieh, criou um desconforto ao falar "a Asus é uma das únicas, talvez a única, capaz de superar os desafios [de desenvolver na plataforma de alta performance Ryzen 3000]". A CEO da AMD, Lisa Su, na ocasião veio ao resgate e emendou "talvez haja alguns outros" entre risadas tentando aliviar o clima. Vocês conferem essa pérola do improviso e diplomacia abaixo:

 

Via: Videocardz Fonte: El Chapuzas Informático (link removido)
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?