Criador de No Man's Sky dá dica para estúdios de Anthem e Fallout 76: fiquem quietos e trabalhem

Quando o assunto é lançamento que não deu certo, existem poucos games que conseguem superar a reputação de No Man's Sky. O jogo independente do estúdio Hello Games deixou muitos jogadores decepcionados quando chegou em 2016, porém, após alguns updates, conseguiu recuperar a confiança de usuários e chegando aos 10 títulos mais jogados na Steam por algum tempo.

Com essa experiência de realizar um lançamento capenga e dar a volta por cima, Sean Murray, chefe da Hello Games, comentou recentemente sobre a atuação do estúdio nos tempos de crise e também deu uma dica para empresas que estão passando por uma situação similar, como o pessoal por trás de Anthem e Fallout 76. Segundo o  desenvolvedor, a melhor coisa a se fazer é ficar quieto por um tempo e focar no desenvolvimento do game.


Sean Murray, da Hello Games. Imagem: Daniel Hambury/Evening Standard

Durante um evento no Reino Unido, Murray falou sobre a Hello Games ter ficado quase dois anos sem falar com a imprensa e tendo uma comunicação extremamente limitada com a comunidade, enquanto desenvolvia melhorias para No Man's Sky, que estava se saindo mal nas reviews e gerando uma onda de polêmicas. Segundo o desenvolvedor, a decisão de manter o silêncio pode ser muito dolorosa, mas as "ações valem mais do que palavras".

"Nós passamos dois anos sem falar com a imprensa e passamos cerca de três meses sem dizer nada à comunidade. Foi muito difícil. Sentei-me tantas vezes e escrevi o post perfeito que explicaria tudo sobre o desenvolvimento do jogo e o caminho que estávamos seguindo. Mas pude ver que não tinha credibilidade naquele momento."
- Sean Murray, da Hello Games

De acordo com o desenvolvedor, a tática de não falar nada utilizada pela Hello Games poderia ser útil para uma série de jogos que saíram nos últimos anos. Murray cita como exemplos de lançamentos com opiniões dividas Anthem da EA Games, Sea of Thieves da Microsoft e Fallout 76 da Bethesda, que recebeu NPCs e Battle Royale na E3 2019.


No Man's Sky. Imagem: Steam/Divulgação

"Eu vejo EA, Microsoft ou Bethesda tentando acalmar os jogadores simplesmente conversando com eles, mas por bem ou por mal, isso simplesmente não funciona", disse Sean Murray. "Conversar sobre novidades quando um jogo já saiu não é crível ou interessante. Suas ações são muito mais importantes do que as coisas que você tem para dizer".

No Man's Sky pode ser jogado no PC, PS4 e Xbox One. Além de dar suporte para o game, o estúdio também está desenvolvendo um novo projeto chamado The Last Campfire.


Créditos da imagem: Steam/Divulgação

  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Meu nome é Mateus Mognon. Depois de viver 16 anos sem internet no interior de Lagoa Vermelha-RS, eu vim até Florianópolis com apenas um objetivo: sobreviver. Para isso, eu comecei a estudar Jornalismo na UFSC e trabalhar no Adrenaline, onde produzo conteúdos e notícias da forma mais ágil possível. Com pouco salário e muito trabalho, eu sou... O Antigo Estagiário (agora colaborador!)