CPUs Intel Comet Lake tem seus detalhes vazados, que pode trazer mais threads, mas ainda em 14 nm

Após o lançamento dos Ryzen de 3ª geração, as coisas para o lado azul da força ficaram bastante complicadas, visto a competitividade que a AMD trouxe para o mercado, mas pelo visto a Intel já começou seus primeiros movimentos para tentar ensaiar uma reação.

Intel pretende fazer uma redução de até 15% nos preços de seus processadores da 9ª geração

Segundo o site alemão ComputerBase, que teria conseguido acesso a todos os detalhes vistos aqui, a 10ª geração de processadores Intel "Comet Lake" será a nova linha de CPUs da empresa, que contaria com 13 variantes para atender os mais variados públicos. Apesar disso, a empresa manteria a microarquitetura em 14 nm+++, utilizado desde a geração Skylake e sendo refinada nestes últimos anos.

Dentre as novidades presentes em todos os futuros processadores, estão a presença da tecnologia HyperThread em toda a linha, suporte a memórias mais rápidas (2933 Mhz para a linha i3, 3200 Mhz para o restante dos processadores), clocks maiores e melhorias no gráfico integrado, que passaria a ser um Intel UHD 730 para as CPUs que não possuem a nomenclatura F no fim.

No possível line-up da Intel, o novo processador top de linha seria o Intel Core i9-10900KF, que seria o primeiro da empresa a trazer 10 núcleos e 20 threads para o segmento mainstream. Ele teria seu clock base de 3.4 Ghz e conseguiria atingir até 5.2 Ghz em alguns cores, sendo que o clock máximo em todos os núcleos seria de 4.6 Ghz. Seu consumo seria na casa dos 105W e chegaria ao mercado custando US$ 499, mesmo preço visto no Ryzen 9 3900X.

Ademais, os outros processadores seriam uma "subida" de degrau comparada aos seus antecessores, isso significa que:

  • Core i7 de 10ª geração seriam similares ao Core i9-9900K;
  • Core i5 de 10ª geração seriam similares ao Core i7-8700K;
  • Core i3 de 10ª geração seriam similares aos processadores quad-core Skylake;

Para esses novos processadores, a Intel novamente estará trocando seu socket, que passará a ser o LGA 1159, sendo que o atual socket LGA 1151 não suportaria essas novas CPUs, assim muito provavelmente veremos um novo chipset da empresa para o Comet Lake.

Ainda não há rumores sobre quando será o lançamento dessa nova geração de processadores, mas se acredita que serão lançados antes dos futuros "Ice Lake", que trarão a troca de litografia de suas CPUs de 14 nm para 10 nm e tem previsão de serem lançados em 2020.

  • Redator: Pedro Henrique

    Pedro Henrique