Nintendo apresenta o Switch Lite, versão menor e mais barata de seu console

Após muitos rumores e expectativas, agora é oficial: a Nintendo apresentou hoje o Switch Lite, seu novo dispositivo que é uma variante menor e mais barata do já tradicional Switch. O novo produto chega para entregar uma experiência de jogabilidade móvel aprimorada, mas acaba perdendo algumas funções presentes no videogame principal.

Para começar, o Switch Lite não pode ser conectado na TV por meio do dock e traz os controles integrados no corpo do hardware. A tela também é menor, com 5,5 polegadas, mas a duração de bateria foi otimizada: o novo modelo oferece entre três e sete horas de gameplay.


Imagem: Nintendo/Divulgação

Além disso, o aparelho deixa de lado recursos de movimento como HD Rumble e câmera IR, presentes nos joy-cons da versão original do Switch. Por outro lado, o videogame não abre mão de outros recursos e traz giroscópio embutido, além de conexões Wi-Fi, Bluetooth e NFC.

O Switch Lite também traz suporte para o controle Switch Pro e acessórios como a Poké Ball Plus. Para jogar games que exigem funcionalidades como o HD Rumble, porém, o usuário terá que parear o console portátil com um conjunto de joy-cons tradicionais.

Os recursos online também não são prejudicados pelo novo design: o produto traz suporte para jogabilidade em rede, basta ter uma assinatura Switch Online, e permite montar uma rede local com até oito consoles conectados.

As mudanças no visual garantem um design menor para o dispositivo, que é otimizado para "gameplay de viagem" e permite jogar todos os jogos que possuem suporte para o recurso, incluindo grandes títulos da plataforma, como Super Mario Odyssey. De acordo com a Nintendo, a nova versão do videogame entrega até uma hora de gameplay extra longe da tomada no jogo The Legend of Zelda: Breath of the Wild.


Imagem: Nintendo/Divulgação

O Nintendo Switch Lite será lançado em 20 de setembro em três cores: amarelo, azul turquesa e cinza. O preço do novo produto é US$ 199,99, cerca de R$ 760, enquanto o modelo convencional do console é vendido lá fora por US$ 299,99 (R$ 1.137, em conversão direta). 

Para ser mais transparente e facilitar a vida de seus consumidores, a fabricante montou um infográfico que compara os dois sistemas, que pode pode ser visto aqui.

  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Meu nome é Mateus Mognon. Depois de viver 16 anos sem internet no interior de Lagoa Vermelha-RS, eu vim até Florianópolis com apenas um objetivo: sobreviver. Para isso, eu comecei a estudar Jornalismo na UFSC e trabalhar no Adrenaline, onde produzo conteúdos e notícias da forma mais ágil possível. Com pouco salário e muito trabalho, eu sou... O Antigo Estagiário (agora colaborador!)