G2A teria enviado e-mail a jornalistas oferecendo dinheiro em troca de publicidade positiva

Pelo visto a revendedora de chaves de games G2A resolveu mergulhar de vez nas polêmicas, e mais uma notícia desfavorável a empresa explodiu de vez.

Desenvolvedores preferem ver seus jogos pirateados do que comprados na G2A

Alguns jornalistas reportaram que receberam uma mensagem por e-mail da G2A, da qual um dos representantes da empresa estaria pedindo para que seja publicado uma matéria favorável a loja, fazendo uma matéria sobre como seria “praticamente impossível vender chaves roubadas em um mercado de jogos”. Está informação foi confirmada pelo site Kotaku e por Thomas Faust, redator do site ‏IndieGamesPlus, que publicou partes do e-mail recebido em seu Twitter.

O que torna essa história pior é o fato de que no e-mail é solicitado que não seja incluído o nome da G2A como patrocinadora ou associada da matéria, convencendo a pessoa que leria o artigo de que havia sido publicado por um repórter independente. No fim do e-mail, a Kotaku diz que a empresa perguntaria por quanto dinheiro os sites estariam dispostos a receber para escrever o artigo.

Após a repercussão desse e-mail, a G2A respondeu o tweet feito por Thomas dizendo que houve um equivoco no envio desta mensagem.

Esses e-mails foram enviados pelo nosso funcionário sem autorização, motivo pelo qual pedimos desculpas à @SomeIndieGames e aos 9 (!) demais veículos de mídia para os quais ele enviou essa proposta. Ele enfrentará consequências estritas, pois isso é absolutamente inaceitável.

A julgar pelas respostas das pessoas, a justificativa da empresa não convenceu a todos, e parece que a guerra entre os desenvolvedores e a G2A está apenas começando.

  • Redator: Pedro Henrique

    Pedro Henrique