Cyberpunk 2077 terá gráficos "incríveis" nos consoles e PC mais modestos

Cyberpunk 2077 promete trazer um mundo aberto belo, cheio de vida e com recursos de ponta como Ray Tracing em tempo real, mas você não precisará de um PC tão monstruoso quanto o utilizado pela CD Projekt Red na E3 para aproveitar o jogo de forma decente. Falando ao site WccFTech, um desenvolvedor do estúdio polonês deu mais detalhes sobre o game e revelou que a prioridade da equipe é fazer o título rodar de forma estável e bonita nos consoles.

De acordo com Alvin Liu, que trabalha na como designer e coordenador de UI na CD Projekt Red, os consoles são vistos pela empresa como "plataformas de primeira classe" e, graças ao poder de customização do motor gráfico RED Engine, Cyberpunk 2077 vai chegar com gráficos "incríveis" no PS4 e Xbox One, bem como em PCs mais modestos.

"Se você gastar US$ 2 mil montando um PC vai conseguir um visual melhor. Mas você terá gráficos incríveis para Cyberpunk 2077 nos consoles e PCs low-end".
- Alvin Liu, da CD Projekt Red, em entrevista ao WccFTech

Além de mostrar que a desenvolvedora ainda está dando atenção para os consoles da atual geração, mesmo com novos modelos chegando no ano que vem, a declaração do funcionário da CD Projekt Red também aquece o coração de quem não possui um computador de ponta e pretende jogar Cyberpunk 2077 com qualidade.

Durante a demonstração de Cyberpunk 2077 deste ano, a CD Projekt Red utilizou um PC potente para exibir o potencial gráfico máximo do jogo, incluindo as novas funcionalidades de Ray Tracing em tempo real, que estão sendo desenvolvidas em parceria com a Nvidia. Graças a isso, o único hardware de referência já exibido rodando o game é um setup bem potente.

Até o momento, a desenvolvedora não comentou aspectos mais técnicos do game, como se vai priorizar resolução ou taxa de frames, e também não revelou os requisitos mínimos e recomendados para rodar o título nos computadores.

Levando em conta que Cyberpunk 2077 tem lançamento marcado para 16 de abril do ano que vem, a desenvolvedora ainda tem bastante tempo para otimizar o jogo e revelar mais novidades.


Créditos da imagem de chamada: Gamespot

  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Meu nome é Mateus Mognon. Depois de viver 16 anos sem internet no interior de Lagoa Vermelha-RS, eu vim até Florianópolis com apenas um objetivo: sobreviver. Para isso, eu comecei a estudar Jornalismo na UFSC e trabalhar no Adrenaline, onde produzo conteúdos e notícias da forma mais ágil possível. Com pouco salário e muito trabalho, eu sou... O Antigo Estagiário (agora colaborador!)