Fortnite ganha evento de Stranger Things com portais para Mundo Invertido

O jogo da Epic Games, Fortnite: Battle Royale, está provendo mais uma de suas parcerias com grandes produções de entretenimento, desta vez com a série de ficção científica da Netflix, Stranger Things. Para celebrar a chegada da terceira temporada do seriado, os desenvolvedores do game implementaram portais sombrios — que em Stranger Things levam quem passar por eles para o Mundo Invertido.

Netflix vai lançar RPG baseado em
Stranger Things para dispositivos móveis

Quem quiser encontrar a novidade do mapa de Fortnite só precisa ir até o Mega Mall, onde há diversos portais em diferentes andares da construção. Eles estão presos às paredes e contêm até os esporos flutuantes. Conforme explica o site Engadget, porém, no momento essas estruturas não levam o jogador para o Mundo Invertido. Ao invés disso, ele apenas o transportam para outra parte do Mega Mall.

Site oficial: Fortnite

Os portais baseados em Stranger Things só apareceram hoje, mas referências a terceira temporada da série já podiam ser encontradas antes em Fortnite. Há cerca de dois meses, os desenvolvedores implementaram uma loja da Scoops Ahoy no mapa do game. Essa é a loja de sorvete onde Steve Harrington e a nova personagem Robin irão trabalhar durante a temporada que estreia amanhã na Netflix.

Site oficial: Stranger Things

Ainda segundo a publicação, a Scoops Ahoy fica localizada no Starcourt Mall, shopping center que só será inaugurado no verão de 1985 na história do seriado — ano em que se passará a terceira temporada. Outro easter egg em relação a Stranger Things é que o Mega Mall tem vários pequenos sorvetes consumíveis, que dão 5 de vida cada para o jogador.

A Epic Games ainda não confirmou um negócio com a Netflix, mas é muito provável que Fortnite ainda vá ganhar mais elementos de Stranger Things assim que a nova temporada for disponibilizada para os assinantes do serviço de streaming.

  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?