Desenvolvedores preferem ver seus jogos pirateados do que comprados na G2A

A loja online G2A costuma receber críticas de estúdios de games com frequência, mas, nesta semana, um grupo desenvolvedores pegou pesado e disse que prefere ver seus jogos sendo pirateados do que comercializados pela empresa de revenda de keys. 

Em sua página no Twitter, Mike Rose, dono da publisher No More Robots, recomendou que os fãs pirateiem seus jogos ao invés de comprá-los por meio da G2A, pois a loja não gera renda para os desenvolvedores e ainda costuma criar outros problemas. 

“Por favor, se você for comprar um jogo da G2A, é melhor piratear!Os desenvolvedores não veem nenhum centavo de qualquer jeito, então preferimos que a G2A não ganhe dinheiro também”
 - Mike Rose, da publisher No More Robots

O estopim para a treta foi o fato da G2A criar um anúncio pago no Google com jogos da No More Robot, como Descenders, que estavam ganhando mais espaço do que as próprias divulgações da publisher. O dono da empresa também mostra, em um vídeo, que as propagandas não podem ser desativadas.

Após a publicação peculiar, outros desenvolvedores apoiaram a causa e também disseram que preferem ter seus jogos pirateados do que comprados pela G2A. O estúdio RageSquid, que fez Descenders, compartilhou a publicação recomendando o uso de torrents ao invés da revendedora de keys.

Já o desenvolvedor Rami Ismail, do estúdio independente Vlambeer, que participou da criação de Serious Sam: The Random Encounter, deu mais detalhes sobre o ódio dos desenvolvedores contra a G2A. Também no Twitter, ele explicou que o processo de revenda de keys de games não rende dinheiro para os produtores e também acaba gerando problemas logísticos.

Como as chaves de ativação vendidas no mercado cinza costumam dar problemas, os desenvolvedores acabam perdendo tempo com atendimento aos clientes, investigando erros como keys clonadas e cobranças indevidas, que eventualmente acontecem com vendas realizadas na G2A. 

“Se você não puder pagar ou não quiser comprar nossos jogos com preço integral, pirateie em vez de comprá-los em um revendedor de keys”, explica Rami Ismail. “Esses sites nos custam muito tempo em atendimento ao cliente, investigando solicitações de chave falsas, estornos de cartão de crédito e muito mais.”

Se você ficou interessado nos jogos mencionados, Descenders está com 36% de desconto durante a promoção da Steam, enquanto Serious Sam: The Random Encounter pode ser comprado com desconto de 80%, saindo por apenas R$1,69.



Créditos da imagem de chamada: Kotaku

  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?