Cofundador da Alienware, Frank Azor deixa empresa e deve ir para AMD

Uma das faces mais conhecidas da Alienware, Frank Azor vai deixar a empresa na semana que vem e deve ir trabalhar na AMD, de acordo com o WccFTech. O cofundador da marca gamer e uma das principais pessoas da divisão Dell XPS anunciou sua saída por meio de uma mensagem no site de comunidade Alienware Arena.

Após 21 anos na Alienware, Frank Azor disse que deixará a companhia no dia 3 de julho para aceitar "um novo desafio". Na mensagem, ele agradece a comunidade e também a Dell, que é dona da Alienware desde 2006, mas "preservou e fortaleceu a marca".

Apesar da longa carta de despedida, Azor não deixa claro qual será seu próximo passo na indústria, mas o pessoal do WccFTech sugere que o executivo vai se juntar ao time da AMD e assumir uma nova posição dentro da firma de hardware. De acordo com o site, o cofundador da Alienware será o primeiro "CGO" da empresa dos processadores Ryzen.

No cargo de Chief Gaming Officer, Frank Azor deve ser responsável por buscar novas soluções envolvendo games que possam ajudar no crescimento da companhia, que tem ganhado mais espaço nesse segmento, mesmo competindo com gigantes como Intel e NVIDIA.


Imagem: Forbes

Segundo ressalta o The Verge, a posição de CGO não é comum no mercado e, graças à sua experiência com jogos, Azor pode ser um grande exemplo para empresas que queiram contratar um profissional estratégico voltado para o setor.

Até o momento, Frank Azor não confirmou as informações e a AMD não falou sobre o caso oficialmente. Como o cofundador da Alienware vai sair da Dell na semana que vem, não teremos que esperar muito tempo para ver a conclusão do assunto.

Enquanto não temos novidades, confira nossa entrevista com Frank Azor durante a CES 2019, com legendas em português brasileiro.


Créditos da imagem de chamada: WccFTech

Via: The Verge Fonte: WccFTech
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Meu nome é Mateus Mognon. Depois de viver 16 anos sem internet no interior de Lagoa Vermelha-RS, eu vim até Florianópolis com apenas um objetivo: sobreviver. Para isso, eu comecei a estudar Jornalismo na UFSC e trabalhar no Adrenaline, onde produzo conteúdos e notícias da forma mais ágil possível. Com pouco salário e muito trabalho, eu sou... O Antigo Estagiário (agora colaborador!)