Após polêmica, Canonical anuncia que Ubuntu continuará a ter suporte a aplicativos 32 bits

Na última semana, uma notícia bastante polêmica abalou o mundo Linux: a decisão da Canonical, desenvolvedora do Ubuntu, em encerrar por completo o suporte aos sistemas e programas 32 bits (i386) a partir da nova versão 19.10 do sistema operacional.

Linux rodando games do Windows: Testamos o Steam Play da Valve

Após essa decisão inicial, alguns desenvolvedores disseram que essa ação implicaria na execução de vários aplicativos e jogos, que deixariam de ser executados no Ubuntu. Maior exemplo disso seria a Steam, da qual segundo Pierre-Loup Griffais, desenvolvedor da Valve, não contaria mais com suporte para o sistema da Canonical.

Outro software que seria afetado é o Wine. Rosanne DiMesio, uma das desenvolvedoras da famosa camada de compatibilidade Windows para o Linux, escreveu no site que era possível criar uma versão 64 bits da interface, porém, isso acarretaria a não execução de programas em 32 bits.

Após toda a repercussão sobre o assunto, a Canonical lançou uma nova nota oficial hoje (24/06), anunciando que após vários feedbacks da comunidade, irá reverter sua decisão sobre o suporte as aplicações 32 bits. A empresa promete trazer os pacotes selecionados em conjuntos com a comunidade que são necessários para os principais softwares utilizados.

Via: Sempre Update Fonte: Site oficial da Canonical
Assuntos
  • Redator: Pedro Henrique

    Pedro Henrique

O gameplay de Marvel’s Avengers mudou sua primeira impressão do jogo?