Lisa Su, da AMD, estreia na lista de melhores CEOs da revista Barron's

A revista de negócios Barron's publicou a sua lista de "Melhores CEOs do Mundo de 2019" e uma figura importante do mundo do hardware estreou na seleção: a comandante da AMD, Lisa Su. A executiva está no comando da empresa de tecnologia desde 2014 e ganhou destaque tanto na versão online quanto impressa da publicação.

De acordo com a Barron's, o motivo para Lisa Su aparecer na lista foi a evolução da AMD sob seu comando: segundo a publicação, a fabricante de semicondutores passou de uma simples competidora para uma empresa que obriga a Intel a correr atrás de seu dinheiro no mercado de CPUs.


Imagem: Techspot

Desde sua chegada ao posto de diretora executiva da AMD, Lisa Su participou de momentos importantes para a companhia, como o lançamento da arquitetura de CPUs Zen, que trouxe os processadores Ryzen para o mercado. No setor de GPUs, a fabricante já lançou produtos das linhas Polaris, Vega e, recentemente, apresentou os novos hardwares para consumo baseados em Navi.

Falando para a revista, Lisa Su revelou que a chave para seu sucesso é a experiência como engenheira, o que garante mais proximidade com o desenvolvimento dos produtos. Atualmente, a CEO tem ganhado destaque por trazer ao mercado a arquitetura de processadores Zen 2, feita em litografia de 7 nanômetros.

"Adoro passar tempo com os engenheiros, ir ao laboratório e ter uma ideia dos verdadeiros desafios, porque isso me ajuda a tomar melhores decisões sobre os negócios"
- Lisa Su, em entrevista para a Barron's

Além de Lisa Su, outros nomes importantes do mundo da tecnologia também aparecem na lista de melhores CEOs da Barron's, incluindo o chefe da Microsoft, Satya Nadella, e o comandante da Amazon, o bilionário Jeff Bezos


Imagem: Barron's

No setor de entretenimento, os diretores executivos que ganham destaque são Reed Hasting, da Netflix, e o chefe da Disney, Bob Iger. Alguns CEOs que não são muito populares, mas entregam resultados, também aparecem na lista, incluindo Mark Zuckerberg, criador do Facebook, e também Larry Page, cofundador do Google e comandante da Alphabet.

Em seu site, a Barron's também cita que um terço dos executivos que estavam na lista do ano passado acabaram saindo da classificação deste ano. Um dos nomes que foi retirado é Jensen Huang, CEO da Nvidia. O motivo? A empresa não superou as expectativas com as GPUs Turing.

Outro conhecido do público gamer que foi "rebaixado" é Andrew Wilson, o CEO da Eletronic Arts (EA). Segundo a revista, o executivo merece destaque no mercado por investir em serviços para games, mas acabou pecando em alguns lançamentos durante o ano. Você pode conferir a nossa análise de Anthem aqui.

Créditos da imagem de chamada: AMD

Via: Mundo Conectado Fonte: Fonte
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Meu nome é Mateus Mognon. Depois de viver 16 anos sem internet no interior de Lagoa Vermelha-RS, eu vim até Florianópolis com apenas um objetivo: sobreviver. Para isso, eu comecei a estudar Jornalismo na UFSC e trabalhar no Adrenaline, onde produzo conteúdos e notícias da forma mais ágil possível. Com pouco salário e muito trabalho, eu sou... O Antigo Estagiário (agora colaborador!)