Nvidia anuncia parceria com a Arm para impulsionar sistemas de supercomputadores

A Nvidia anunciou uma parceria com a Arm para criação de tecnologia de alto desempenho com foco em supercomputação exascale. A união das empresas pretende dar suporte para as CPUs Arm com os mais avançados recursos de eficiência energética e inteligência artificial da Nvidia, buscando dar um salto considerável nos avanços da engenharia da computação.

A colaboração entre as empresas busca combinar as tecnologias para expandir os sistemas HPC (Computação de alta performance). Para que isso aconteça, a Nvidia está disponibilizando seu grande ecossistema com softwares de AI e HPC que aceleram mais de 600 aplicativos e frameworks, incluindo toda sua biblioteca CUDA-X AI e HPC, estruturas de inteligência artificial aceleradas por GPUs e ferramentas para desenvolvimento de novos softwares. Dessa forma, a Arm poderá incorporar os recursos em arquiteturas de CPU x86, POWER e Arm (Advanced RISC Machine).

"A Arm está trabalhando com nosso ecossistema para oferecer ganhos de desempenho de computação sem precedentes e recursos de classe exascale para SoCs baseados em Arm. Colaborar com a NVIDIA para levar a aceleração CUDA à arquitetura Arm é um marco importante para a comunidade HPC, que já está implantando a tecnologia Arm para abordar alguns dos desafios de pesquisa mais complexos do mundo".
Simon Segars, CEO da Arm

A capacidade das aplicações da Nvidia em processamento de grandes dados com uma ótima eficiência energética será capaz de processar exaflops com uma alta performance ao mesmo tempo em que garante o baixo consumo de energia, sendo muito bem-vindo para otimizar clusters de supercomputação e interconexões. A colaboração entre as empresas já existe há 10 anos, principalmente para criação de chips para portáteis, veículos autônomos, robótica e computação AI, mas agora podemos esperar para ver um novo salto de desempenho na indústria dos supercomputadores exascale também.

"Os supercomputadores são os instrumentos essenciais da descoberta científica e a obtenção de supercomputação exascale expandirá dramaticamente a fronteira do conhecimento humano. À medida que a escala de computação tradicional termina, a energia deve limitar todos os supercomputadores. A combinação da computação acelerada CUDA da NVIDIA e a arquitetura de CPU com eficiência energética da Arm proporcionará à comunidade da HPC um impulso para o exascale."
Jensen Huang, CEO da NVIDIA

O relatório da Green500 divulgado hoje (17) revelou que dos 25 supercomputadores mais eficientes em termos de energia do mundo, 22 são capacitados pela Nvidia. 


Créditos de imagem: TechCrunch, Investing

Via: TechPowerUp
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo