Vazamento de lista das placas-mãe Asus X570 confirma aumento nos preços

Mesmo com a revelação de quase todos os modelos de Motherboards para o chipset X570 da 3ª geração de processadores Ryzen da AMD durante a Computex, em nenhum momento houveram confirmações oficiais dos preços que os novos produtos vão chegar ao mercado. A única menção direta foi feita na semana passada pelo CEO da MSI, onde ele afirmou que a AMD está pretendendo deixar os preços das placas-mãe mais altos, mas mesmo assim ele não chegou a citar o quão mais cara elas seriam. 

AMD apresenta o Ryzen 9 3950X, CPU "monstro" com 16 núcleos e 32 threads por US$ 749

Agora uma nova informação divulgada pelo site TechPowerUp vinda de fontes confiáveis em Taiwan revelou a suposta lista de preços das placas Asus X570 e confirmaram a declaração do aumento de preços. Segundo o site, no MSRP (recomendação de valores do fabricante) as motherboards Prime X570-P e UF Gaming X570-Plus serão os modelos mais baratos da Asus e vão chegar custando US$ 159,99 e US$ 169,99, respectivamente. O segundo modelo ainda terá uma versão com WiFi 6 integrado, mas isso vai custar US$ 184,99. Já o modelo Prime X570-Pro será vendido por US$ 249,99, isso significa um aumento de US$ 100 no preço final dos produtos se comparado a geração anterior. 

Nas linhas gamer ROG Strix o produto mais barato será o ROG Strix X570-F Gaming que vai ser vendido por US$ 299,99, seguido pela ROG Strix X570-E Gaming por US$ 329,99, que conta com um slot M.2 extra e outras opções de conectividade. Na linha Crosshair VIII Hero é que os efeitos acabam pesando mais, pois os modelos premium recebem uma solução de VRM de alto desempenho e dissipador de calor ativo. Os modelos ROG Crosshair VIII Hero, ROG Crosshair VIII Hero WIFi 6 e ROG Crosshair VIII Formula vão custar US$ 359,99, US$ 379,99 e US$ 699,99, respectivamente. Um aumento superior a US$ 100 em todos os casos, chegando a custar mais caro que os produtos high-end Rampage Extreme da Intel.

Na declaração de Charles Chiang, CEO da MSI, ele ressaltou que a mudança da AMD é uma estratégia de mercado para sair do segmento intermediário e adotar uma postura mais premium em seus produtos. Lembrando que mesmo com o aumento no valor final das placas-mãe o preço dos novos processadores Ryzen 3000 não tiveram grandes alterações, no caso do Ryzen 7 3700X, por exemplo, o seu preço de lançamento é o  mesmo que o Ryzen 7 2700X teve ao ser lançado. 

   

Esse aumento de preços também estaria associado a mudanças como o novo padrão PCIe 4.0 e a produção do chipset a partir do próprio silício, o que vai obrigar a empresa a vender por valores mais altos a unidade das suas peças. De qualquer forma, quem não quiser buscar as novas tecnologias no momento, ainda poderá comprar as placas da geração passada (X470) que vão receber suporte aos novos processadores. Apesar de não ter todos os slots PCIe gen 4 e nem WiFi 6, poderá ser uma alternativa econômica para aguardar uma futura queda nos valores iniciais das novas placas-mãe. 

Modelos:

  • Prime X570-P -  US$ 159,99 
  • UF Gaming X570-Plus - US$ 169,99
  • UF Gaming X570-Plus WiFi 6 - US$ 184,99
  • Prime X570-Pro - US$ 249,99
  • ROG Strix X570-F - US$ 299,99
  • ROG Strix X570-E Gaming - US$ 329,99
  • Crosshair VIII Hero - 359,99
  • ROG Crosshair VIII Hero WIFi 6 - US$ 379,99
  • ROG Crosshair VIII Formula - US$ 699,99

Créditos de imagem: Asus, TechpowreUp

Via: techpowerup
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?