Com uma "nova" experiência multiplayer", Doom Eternal será lançado dia 22 de novembro

A conferência da Bethesda na E3 demorou para apresentar alguma coisa de peso, mas quando começou trouxe algumas coisas muito boas. Claro que a principal delas foi o trailer e a gameplay de Doom Eternal, sequência do reboot de 2016. 

Análise - Doom

A violência gráfica continua com a mesma cara de Doom, como já esperávamos que fosse, entretanto há novas mecânicas que prometem dar mais opções e formas de jogar, além de aumentar ainda mais a velocidade da ação desenfreada. Começando pela variação de estratégias que podem ser realizadas com o auxílio do gancho do Doom Slayer, e quando somadas a suas novas habilidades de movimento, faz com que ataques aéreos sejam um ótimo recurso para enfrentar os diversos demônios em Marte. O arsenal do personagem também teve algumas melhorias e agora conta com um lança-chamas para ajudar a enfrentar as hordas intensas de inimigos, como o Cyberdemon que está de volta com um visual muito parecido com o design clássico (incrível demais).

Uma coisa interessante que o trailer de história sugeriu é a possibilidade de enfrentarmos criaturas divinas no novo jogo. Alguns cenários notoriamente diferentes dos tradicionais “infernos” de Doom aparecem e dão a entender que seria um lugar mais celestial, assim como as criaturas aladas que estão por lá. Em certo momento do trailer uma voz diz a Doom Slayer: "O que você interfere agora é maior do que você pode imaginar", o que pode indicar que os diabos não serão os únicos se manifestar nesse novo jogo.

A apresentação de Doom Eternal fechou com a revelação do “novo” modo multiplayer assimétrico chamado 'Battlemode', onde três jogadores serão colocados em uma batalha 2x1, colocando demônios contra o Doomguy. A proposta da id Software é que os jogadores se enfrentem em partidas de estratégia x habilidade, sendo que os demônios vão precisar montar bons planos para derrotar o outro jogador que estará equipado com todos os recursos que tem direito para matar todos os bichos. Apesar de mostrar um gameplay interessante é necessário ver como esse multiplayer será implementado, para que ao mesmo tempo em que se torne atrativo seja divertido e balanceado, algo que vai depender de como os jogadores decidem jogar também.

Doom Eternal será lançado para dia 22 de novembro para Playstation 4, Xbox One, Switch, PC e Google Stadia.

Para a galera que curte muito Doom, a Bethesda ainda revelou a edição de colecionador, que vai contar com um steelbook, uma box metálica, Season Pass com duas DLCs, trilhas sonoras exclusivas, sons das armas clássicas no game e um capacete usável inspirado no Doom Slayer, o teste foi feito ao vivo para comprovar que não será da mesma qualidade do que os "brindes" de Fallout 76.


Créditos de imagem: Bethesda

Via: PC Gamer, The Enemy
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Qual vai ser o melhor lançamento de setembro de 2019?