CEO da MSI afirma que AMD pretende deixar placas-mãe X570 mais caras

Depois da AMD revelar os preços dos aguardados processadores Ryzen 3000 que vão estar disponíveis a partir de julho, boa parte dos consumidores ficou feliz não apenas pelo alto desempenho de cada um dos modelos, mas principalmente pelo custo final de cada produto. Entretanto esse sonho pode se transformar em pesadelo para quem procura dar um upgrade em seu sistema com a chegada das novas CPUs.

MSI lança placas-mãe Godlike, Ace e Creation com chipset AMD X570

Em entrevista para o Tom’s Hardware durante a Computex, o CEO da MSI, Charles Chiang, afirmou que as mainboards X570 serão mais caras, e mesmo seus modelos de maior custo-benefício terão valores mais altos do que a última geração de placas-mãe. Chiang ainda ressaltou que a AMD está mudando sua visão de mercado e que, com a chegada da chipset, planeja sair da condição de produtos mais “acessíveis” para se tornar uma marca “premium”.

A alteração nos preços finais dos produtos são justificada por uma série de fatores como a integração do PCIe 4.0, que aumentou o TDP das placas-mãe para 10W, em comparação aos 3W da geração anterior - X470. Esse ponto fez com que os os novos switches PCIe tivessem uma complexidade maior para entregar mais energia e também acarretou para a decisão de aumento nos preços. Outro ponto que acabou pesando no custo foi a produção do chipset, que antes era feita pela ASMedia, mas agora passou a ser feita pela própria AMD. Isso fez com que a empresa decidisse aumentar o preço de cada chipset, elevando o custo de produção. 

Por mais que a mudança seja ruim para o consumidor final, em questão de mercado, a AMD está realizando o procedimento correto para levantar os lucros de seus produtos que apresentam especificações mais altas mesmo com um custo mais baixo. Aumentar o seu lucro por meio das placas-mãe é a solução que a empresa encontrou de não fazer com que os processadores Ryzen 3000 se tornassem caros, mesmo com os seus recursos multi-threaded.

Vazamento da MSI revela mais duas placas-mãe com o chipset X570 da AMD

Charles ainda disse que a maioria das motherboard X570 já foram reveladas e muito provavelmente seguirão apresentando características mais high-end, como resfriamento ativo através de um ventilador e até heatpipe em alguns casos. Dessa forma o aumento nos preços será justificado também com as especificações das novas mainboards, que vão seguir a mesma linha das Z390 da Intel. Isso significa que teremos produtos melhores, com especificações mais altas e mais caros para o consumidor final.

   

De qualquer forma, o CEO da MSI lembrou que as placas X470 ainda estarão disponíveis no mercado como uma solução intermediária para quem não optar pela compra das X570. Além disso, os preços ainda estariam sob negociações e não estão definidos, o que indica que podemos ter pequenas alterações até o lançamento. Nada que as torne mais baratas, mas quem sabe mais acessíveis.


Créditos de imagem: TechpowerUp, VideoCardz, MSI

Via: TechPowerUp, Guru3D Fonte: Tom's Hardware
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?