CEO da PlayStation confirma que próxima geração vai ter suporte para monitores 4K a 120Hz

Jim Ryan, atual CEO da Sony PlayStation, falou em entrevista para o CNET que o próximo console da empresa, vai ter saída 4K a 120Hz. Ele revelou ainda que a empresa está trabalhando em "jogos intergeracionais", ou seja, vai permitir que usuários que optarem mudar do PS4 para o PS5 consigam fazer isso sem perder seus games. Por mais que convencionalmente está sendo chamado de o PlayStation 5, o empresário não confirmou qual vai ser o nome que a empresa irá chamar a "próxima geração".

O que esperar do próximo Playstation? Vai dar pra jogar em 8K? Ray Tracing? SSD mais rápido?

A Sony está revelando aos poucos as novidades que a próxima geração vai trazer, nesta entrevista ficou claro a intenção da empresa em melhorar as taxas de transmissão. Além das imagens em 4K de alta definição a 120Hz, que é o dobro da taxa de atualização de tela na maioria das TVs, Ryan também contou que o novo console vai carregar os jogos de forma nitidamente mais rápida.

Apesar de ter o suporte, isso não quer dizer que os jogos já venham em 4K imediatamente, mas isso abre espaço para que a tecnologia seja implementada aos poucos pelos desenvolvedores dos games. Já sabemos que o PS5 vai ter um SSD mais rápido, que vai trazer também uma maior capacidade de armazenamento, um update no modo de exibição já era esperado.

Sony aposta que SSD ultrarrápido fará PlayStation 5 vencer na próxima geração

Ryan comentou também que "a comunidade nunca foi tão grande e nunca esteve mais envolvida", falando da preocupação da empresa em não defasar os seus usuários, que investem muito tempo e dinheiro na plataforma. Pensando nisso, a Sony vai oferecer um sistema de migração. "Seja compatibilidade retroativa ou a possibilidade de reprodução entre gerações, poderemos fazer a transição dessa comunidade para a próxima geração". Ele disse ainda que "Não será uma escolha binária entre o PlayStation 4 ou o da próxima geração." 


Créditos imagem chamada: TweakTown

Via: TweakTown Fonte: CNET
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso