Microsoft habilita taxa de atualização variável para jogos sem suporte nativo

A atualização 1903 de maio do Windows 10 trouxe mais do que alguns problemas de compatibilidade para processadores da AMD. Dessa vez, a Microsoft disponibilizou mais um recurso que busca melhorar o desempenho dos games e a experiência dos jogadores do seu sistema operacional.

Update do Windows 10 corrige problemas encontrados no Game Mode

O novo recurso habilita a taxa de atualização váriavel (VRR) para jogos que não têm a funcionalidade nativa, o que significa que games que atendas as necessidades de rodar em tela cheia com o DirectX 11 se tornem compatíveis com a tecnologia de sincronização de quadros. A nova opção não é vista por todos os usuários do Windows, então para poder acessá-la é necessário tem um monitor com suporte NVIDIA G-Sync, AMD FreeSync ou VESA Adaptive-Sync, uma placa gráfica compatível com o drive WDDM 2.6 ou superior e, é claro, a atualização mais recente do sistema - lembrando que a partir dessa versão, foi disponibilizado a possibilidade de adiar as atualizações do Windows, então para saber se está com a versão mais nova, faça o procedimento manual em Configurações.

A Microsoft ainda fez questão de confirmar que o recursos não substitui os drivers requeridos para a funcionalidade das tecnologias de sincronização de cada dispositivo, seja ele da AMD ou Nvidia. A Taxa de atualização variável do Windows serve para melhorar a experiência dos usuários que já têm o recurso e não habilita para todos os jogadores. 

Caso você atenda as especificações, o recurso não será habilitado automaticamente, então será necessário ir em Configurações Gráficas nas opções do Windows e ligar o modo, como demonstrado na imagem a seguir: 


Créditos de imagem: Pureinfotech, AVS Forum, Guru3D

Via: TechPowerUp, Guru3D
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?