Apple apresenta novo Mac Pro com CPU Xeon, GPU Radeon Pro Vega 2 Duo e capacidade de upgrade

A Apple apresentou a nova versão do Mac Pro, e mostrou que está tomando um rumo bem diferente do PC compacto com formato de "lixeira" que foi lançado em 2013. O novo Mac Pro é um desktop de grande porte, focado na produtividade, hardwares de altíssimo desempenho e funcionalidade, não se preocupando em ficar grandalhão para tanto ou de incluir alças para facilitar o transporte.

Ao invés de buscar algo elegante, a empresa foi com um gabinete no estilo torre com circulação de ar realizada pela parte da frente, com um conjunto de três fans fazendo o deslocamento do ar para o interior do sistema. E os componentes internos vão precisar: o processador pode chegar a um Intel Xeon com 28 núcleos enquanto os gráficos podem ficar por conta de até  duas Radeon Pro Vega II Duo, ou seja, quatro GPUs Radeon operando em conjunto para entregar 56 teraflops e 128GB de memória HMB2.

A empresa também deu destaque para a possibilidade de upgrades do sistema, em um formato que está sendo chamado de módulo MPX. O Mac Pro conta com oito slots PCIe, com quatro dual-slot, três single-slot  e uma com metade do comprimento em que foi adicionadas conexões com duas portas Thunderbolt 3, duas USB-A e um conector de áudio de 3,5mm.

O Mac Pro é um produto de alta performance, e não pega ninguém de surpresa que seu preço não seja dos mais camaradas. O modelo mais barato sai a partir de US$ 5.999, com um processador octa-core, 32GB de memória, uma Radeon Pro 580X e 256GB de SSD. 

Além do novo computador, a Apple também anunciou em conjunto um novo monitor 6K de 32 polegadas com uma nova tecnologia de definição de cor e contraste, a XDR (extreme HDR), com preço de US$ 4.999, o Pro Display XDR.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?