Vazamento de roadmap revela Intel "Sapphire Rapids": PCIe 5.0 e DDR5 para servidores

O vazamento de um roadmap da Intel revelou que a empresa está preparando uma nova geração de processadores que vai levar PCIe 5.0 e memórias DDR5 para servidores e data centers em 2021. A geração "Sapphire Rapids" aparece na imagem abaixo, logo depois da "Ice Lake":

intel-sapphire-rapids-roadmap-vazamento-01.jpg" />

O mais irônico é que o roadmap em questão foi apresentado numa conferência da Huawei, em abril deste ano, mostrando que a empresa tinha extensivos planos de trabalhar com a Intel nos próximos anos. E este é somente mais um dos muitos problemas que a companhia vai enfrentar depois da restrição imposta pelo governo dos EUA nessa semana.

Voltando ao "Sapphire Rapids", temos um processador com o número de núcleos ainda não divulgado, mas que já apareceram alguns recursos. A interface de memória DDR5 vem com 8 canais com banda de 512-bit, enquanto o PCIe 5.0 pode dobrar a banda do 4.0 para até 32Gbps por lane. 

Apesar das poucas informações sobre a geração "Sapphire Rapids", já foi vazado também o codinome de sua sucessora de 2022, a "Granite Rapids", que deve ser compatível com a mesma plataforma 2P, conhecida internamente como "Eagle Stream". Como o lançamento dos processadores coincide com os planos da Intel de entregar os 7nm e os 7nm+ no segmento, espera-se que essa seja a litografia dos componentes, com uma alta contagem de núcleos, por consequência.

O roadmap também nos mostra a geração "Cooper Lake", que chega em 2020 para plataformas 2P e 4P/8P. Esse lançamento vai preparar o terreno introduzindo o CXL Interconnect além do PCIe tradicional, oferecendo mais opções de escalabilidade para os servidores. O protocolo é importante porque é ele que vai permitir a introdução da especificação PCIe 5.0 no futuro, que chega com o "Sapphire Rapids" em 2021.

Fonte: TechPowerUp
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?