Jogadores confundem jogabilidade com bugs em World of Warcraft Classic

Com a chegada do beta fechado para World of Warcraft Classic, a Blizzard decidiu fazer um pré-teste com um número limitado de jogadores antes do seu período inicial e o resultado acabou sendo um pouco diferente do que era esperado.

Novo trailer de World of Warcraft traz Thrall de volta e revela o futuro da Horda

Os jogadores que já puderam revisitar o mundo da versão 1.12 do game começaram a reportar algumas características da jogabilidade do clássico como se fossem bugs ou problemas no “novo jogo”, dando origem a uma lista com coisas que não necessariamente são falhas, mas podem causar estranheza para quem não pegou essa época. E para evitar que outros reports bizarros ocorram quando os testes oficiais começarem, a desenvolvedora fez uma publicação alertando aos jogadores características que “Não são Bugs”.

O comunicado até que bem-humorado da Blizzard ressalta que o World of Warcraft Classic trará “memórias diferentes aos jogadores” e a opção por manter algumas funcionalidades que acabaram evoluindo ou mesmo sendo removidas ao longo dos anos é proposital, justamente para causar a sensação de nostalgia aos jogadores mais idosos (rs’).

Dentre os diversos “bugs” listados estão:

  • Os hitboxes de Tauren e seu alcance corpo-a-corpo são um pouco maiores que as outras raças.
  • As missões concluídas são marcadas no minimapa com um ponto. (e não um "?")
  • Jogadores e NPCs assustados correm mais rápido

World of Warcraft Classic será lançado para PC no dia 27 de agosto, mas os testes com o beta fechado vão começar nesta semana (dia 22). Apesar de ser um “novo jogo”, vale lembrar que não se trata de um remake e sim uma versão clássica baseada nos servidores de WoW durante a versão 1.12, de 2004/2005.  

Antivírus da Kaspersky traz teste gratuito de World of Warcraft durante o mês de maio

Para conferir a lista de não-bugs completa e se preparar para o lançamento do game, acesse o fórum da Blizzard.

Via: Eurogamer, Gamesradar Fonte: blizzard
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

O gameplay de Marvel’s Avengers mudou sua primeira impressão do jogo?