Capcom revela que tem "vários" títulos em desenvolvimento com a RE Engine

Por João Gabriel Nogueira 18/05/2019 13:06 | atualizado 12/08/2019 22:42 Comentários Reportar erro

A Capcom conseguiu emplacar um sucesso como não fazia há muito tempo com seus lançamentos mais recentes. Além das boas análises a respeito da qualidade de seus games novos, a desenvolvedora tem recebido também muitos elogios em relação à parte técnica, graças à excelente RE Engine. A empresa obviamente está ciente disso e já avisou aos seus investidores que conta com "vários" títulos em desenvolvimento neste momento, usando a tecnologia:

Análise de Resident Evil 2 Remake
Análise de Devil May Cry 5

"Enquanto não podemos sobre o número específico de títulos ou as janelas de lançamento, há vários títulos atualmente sendo desenvolvidos internamente com a RE Engine.

Os jogos que desenvolvemos usando a RE Engine durante essa geração de hardware foram aclamados pela crítica, e dos estágios iniciais de criação dessa engine nós mantivemos a habilidade de melhorá-la para o desenvolvimento da próxima geração em mente: assim, nós vemos a RE Engine como uma de nossas forças que vão contribuir para a criação de games da próxima geração."

Mas, ainda assim, a Capcom parece não querer atropelar seus lançamentos e criar seus próximos títulos com cuidado, provavelmente para continuar surfando na onda da boa imagem que ela conseguiu conquistar com seus últimos games. O único grande jogo que a produtora tem planejado para o próximo ano fiscal é a expansão Iceborne, para Monster Hunter World (que não usa a RE Engine, mas sim a MT Framework). Ainda na mesma declaração aos investidores, a Capcom explicou porque não vai lançar mais grandes games além desse no próximo ano:

"É uma realidade que os ciclos de desenvolvimentos estão ficando mais longos para jogos desenvolvidos para um padrão de liderança mundial. Assim, é possível que exista apenas um lançamento de um novo título num dado ano fiscal, devido à composição de nossa linha de títulos. Entretanto, a lucratividade de conteúdos digitais está aumentando, com vendas digitais espalhadas carregando ciclos de vendas de games mais longos, bem como oportunidades de renda multifacetada, que incluis vendas do catálogo."

Fonte: WCCFTech
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Você se importa com a temperatura da série RX 5700?