Campanha de Borderlands 3 terá 30 horas de duração se jogador for apressado

O diretor criativo de Borderlands 3, Paul Sage, revelou quanto tempo os jogadores irão levar para cumprir a campanha principal do novo título do gênero de Role-Playing Game (RPG) de ação da Gearbox. Segundo Sage, quem focar apenas nas missões principais e ignorar os conteúdos secundários irá zerar o game em cerca de trinta horas.

Site oficial: Borderlands 3

De acordo com o site How Long to Beat, essa é a média de tempo que leva para bater apenas a campanha principal de Borderlands 2, com base na experiência de 550 jogadores. Em média, os usuários passaram 49 horas com o game anterior da franquia até zerá-lo, sendo necessárias cerca de 115 horas para completar absolutamente todas as atividades secundárias que ele tem a oferecer.

Conforme aponta o site PC Gamer, a expectativa é de que Borderlands 3 será capaz de ocupar ainda mais tempo do jogador, já que ele traz o mantra "mais é mais" e números absurdos como 1 bilhão de variações de armas e múltiplos planetas para serem explorados.

"Se você passar direto por ele, e eu realmente digo passar direto, pode levar cerca de trinta horas para completar a história principal".
- Paul Sage, diretor criativo de Borderlands 3

A Gearbox ainda confirmou que Borderlands 3 terá quatro pacotes de DLC diferentes, todos trazendo novos conteúdos de história para o game. Quem confirmou isso foi designer Matt Cox, que ainda afirmou que o conteúdo baixável também terá novos desafios, skins e acessórios para armas.

Essa é a mesma quantidade de DLCs que foram lançados tanto para o Borderlands original quanto para Borderlands 2 depois do lançamento oficial de cada um desses títulos.

Via: Shack News, PC Gamer, O Vicio, Slash Gear
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Half-Life veio, e é em realidade virtual. Agora embala os óculos de realidade virtual?