Hitman Sniper está de graça por tempo limitado no Android

Apesar da Play Store ser dominada por jogos gratuitos, a loja de aplicativos da Google também conta com alguns games de qualidade na seção premium, e Hitman Sniper, um dos destaques da seção paga, pode ser baixado de graça por tempo limitado. Assim como já fez no passado, a Square Enix liberou o download do título em sua versão completa, que normalmente custa R$ 4,29 no Android.

Para fazer o download gratuito, basta ir até a página do game na Play Store e clicar em instalar para registrá-lo em sua conta. Mas é melhor correr, pois a promoção dura por tempo limitado e a publisher não divulgou uma data para seu fim. Lembrando que seu smartphone precisa ter Android 4.1 ou superior para conseguir rodar o aplicativo.

Com mais de 10 milhões de instalações registradas na Play Store, Hitman Sniper possui nota 4,6 de 5,0 nas avaliações dos usuários. Em relação ao conteúdo, o título da Square Enix está longe de oferecer a experiência presente nos games para consoles, mas traz o Agente 47 em mais de 150 missões únicas, com 10 tipos de contratos, 16 armas e um leaderboard. Além de estar disponível para Android, Hitman Sniper também pode ser jogado no iOS, onde custa R$ 0,90.

Análise - Hitman 2

Para quem está em busca de uma experiência completa no mundo dos assassinos, a dica é correr atrás de Hitman 2, game lançado no ano passado pela IO Interactive, que não está mais vinculada com a Square Enix. Além de trazer gráficos de ponta, o título se destaca ao trazer diferentes formas de matar seus alvos para cumprir os contratos, além de contar com elementos multiplayer. 

Hitman 2 pode ser jogado no PC, PS4 e Xbox One, trazendo um teste gratuito em cada plataforma. No computador, o título pode ser adquirido por R$ 199 em sua edição standard por meio da Steam.

  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Meu nome é Mateus Mognon. Depois de viver 16 anos sem internet no interior de Lagoa Vermelha-RS, eu vim até Florianópolis com apenas um objetivo: sobreviver. Para isso, eu comecei a estudar Jornalismo na UFSC e trabalhar no Adrenaline, onde produzo conteúdos e notícias da forma mais ágil possível. Com pouco salário e muito trabalho, eu sou... O Antigo Estagiário (agora colaborador!)