Novo trailer de Days Gone detalha como sobreviver em seu mundo hostil

Days Gone recebeu dois novos trailers na última sexta-feira, dia 19 de abril, um de "contagem regressiva" para seu lançamento e outro bem mais detalhado, onde temos um dos desenvolvedores do Bend Studio detalhando a experiência de sobreviver no mundo do game. Confira no vídeo acima.

John Garvin, o diretor criativo do game e quem vemos falando no vídeo, explica, mais uma vez, que os zumbis do game, os Frenéticos, não são seu tipo tradicional de mortos-vivos a começar pelo fato de que eles não estão mortos. São pessoas vivas, que foram infectadas e estão sofrendo mutações. Ele detalha três tipos de Frenéticos, mas sua fala dá a entender que talvez encontremos mais tipos ao longo do jogo, quem sabe até alguns mais especiais agindo como chefes.

Além dos infectados temos inimigos humanos, a seita dos Rippers, que idolatram os frenéticos e oferecem um tipo diferente de inimigo pro game. Garvin não entra tanto nos detalhes do gameplay de enfrentar os Rippers, mais na parte narrativa deles. Mas, lembrando da nossa experiência na BGS 2018, o principal diferencial de enfrentar humanos é que eles usam ferramentas e armas contra você - a inteligência artificial deles não parece tão melhor que a de um Frenético.

Por fim, há os elementos naturais do mundo para desafiar o jogador. Animais também são infectados pelo vírus dos Frenéticos e podem atacar a qualquer momento e elementos climáticos influenciam no meio ambiente e podem atrapalhar na sua dirigibilidade e locomoção. Além disso, o jogador vai usar táticas de sobrevivência, criando armas e equipamentos para enfrentar os inimigos.

Garvin dá a entender que o game é um tanto desafiador. Mas o que vai realmente confirmar isso é a experiência dos jogadores, que terão a chance de começar a jogar no dia 26 de abril, exclusivamente no PS4.

 

  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O gameplay de Marvel’s Avengers mudou sua primeira impressão do jogo?