Intel lança a segunda geração de Processadores Xeon escalonáveis baseada na arquitetura Cascade Lake

A Intel anunciou hoje, em São Francisco, a Segunda Geração do Intel Xeon Scalable Processors, até então conhecido como Cascade Lake, codinome da microarquitetura utilizada nos novos processadores escalonáveis da empresa.

Esse não é apenas o lançamento de uma nova linha de CPU para servidores, mas sim o lançamento de um ecossistema mais completo de um conceito Data Centric - com a  Intel se posicionando no mercado como uma empresa focada em dados e por onde eles trafegam: data centers.

Navin Shenoy, Vice Presidente e Gerente Geral do Grupo de Data Centers da Intel, destacou o fato desse ser o primeiro ‘Data Centric’ portfólio completo que a Intel traz ao mercado, com o objetivo de ajudar os clientes da Intel a mover, armazenar e processar dados desde Data Centers até a ponta.


Roberto Mattos, Rogério Gelamo e Jayro Navarro Jr. da Intel Brasil

A segunda geração de Processadores Intel Xeon escalonáveis traz de 8 a 56 Cores e até 4.5TB de memória por socket, com suporte de um a oito soquetes, dependendo do modelo. O Intel Xeon Platinum 9200 é o topo de linha, com 56 núcleos e 12 canais de memória DDR4 dedicados, propiciando largura de banda sem precedentes. Isso foi tudo o que foi anunciado até então em termos de specs. Mais informações quanto às configurações técnicas devem ser liberadas em breve.

Foram anunciados seis modelos:

- Intel Xeon Platinum 9200
- Intel Xeon Platinum 8200
- Intel Xeon Gold 6200
- Intel Xeon Gold 5200
- Intel Xeon Silver 4200
- Intel Xeon Bronze 3200

Uma das inovações dos novos processadores Xeon Scalable é a integração do Intel Deep Learning Boost, novo set de instruções (VNNI) que acelera o processo de inferência em inteligência artificial dentro dos Processadores Xeon, melhorando o desempenho em Inteligência Artificial para modelos já treinados.

Ainda com foco no conceito "Data Centric", foi anunciado o Intel Agilex FPGA, um processador fabricado em 10nm que já é muito conhecido e utilizado no mercado de Telecom. A Intel planeja utilizar o Agilex em data centers para acelerar aplicações que demandem performance persistente, onde não haja variação de tempo.

Optane para Data Centers
Outro lançamento do dia é o Intel Optane Data Center Persistent Memory, construído com base na mesma memória 3D XPoint utilizado em SSDs Optane, porém focado em data centers. Possui a mesma pinagem de memórias DDR4, o que permite ter no mesmo servidor memórias DDR4 e Optane, podendo ambos funcionar em conjunto como memória RAM (Memory Mode) - operando na frequência da memória mais lenta; ou ainda utilizar o Optane como armazenamento (App Direct Mode), evitando a perda de dados caso haja uma queda do servidor, devido ao fato de o Optane ser uma memória persistente e não volátil como a memória DRAM.

Segundo a Intel, isso permite que desenvolvedores possam criar soluções que escrevam grandes quantidade de dados em um Optane de memória persistente, funcionando como storage, ao invés de armazenar em discos tradicionais, aumentando muito o a velocidade de acesso a CPU e o desempenho do sistema como um todo. A empresa também anunciou um SSD Optane Dual Port para uso em serviços que demandam redundância.

Os novos processadores da segunda geração Intel Xeon Escalonáveis e Optanes focados em Data Centers já estão à venda, porém o preço não foi anunciado durante o evento e ainda não estão disponível na Intel Newsroom. Atualizaremos essa notícia tão logo os preços estejam disponíveis.

Fonte: Intel Newsroom
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

  • Redator: Jacson Boeing

    Jacson Boeing

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?