Processadores de 22nm da Intel já estão em produção

Paul Otellini, executivo chefe da Intel, informou que a geração seguinte dos processadores da companhia jÁ encontram-se atualmente em fase de produção. A maior fabricante de chips do mundo estÁ com o seu mapa de lançamentos no tempo certo, o que quer dizer que as primeiras CPUs de 22nm do mercado chegarão ao mercado no segundo semestre de 2011.

"Estamos seguindo a risca nosso cronograma para entregar os chips com o processo de fabricação em 22nm. No ano passado, durante a IDF 2009, eu mostrei o primeiro wafer com dispositivos SRAM nele. Neste ano, estou feliz em informar que o nosso primeiro microprocessador projetado para 22nm estÁ em produção em nossas fÁbricas. O desenvolvimento estÁ no tempo certo, para que possamos lançÁ-los no segundo semestre do ano que vem", disse o CEO durante a IDF 2010.


(Paul Otellini - CEO da Intel mostrando o waffer de 22nm na IDF 2009)

Embora Otellini não tenha revelado os codinomes dos chips, neste momento, sabemos que, em 2012, a empresa planeja lançar a linha Ivy Bridge para desktops, notebooks e estações de trabalho, bem como o Knights Corner , projetado para cargas de trabalho altamente paralelos, sendo baseado na arquitetura MIC.

Não se sabe muito sobre Ivy Bridge neste momento. Dado o fato de que o projeto de Sandy Bridge (pai do Ivy Bridge com litografia de 32 nm) é orientado para os consumidores e que traz enormes melhorias em Áreas como a performance grÁfica, é lógico supor que o Ivy Bridge vai trazer uma evolução ainda maior em relação ao seu antecessor em aspectos fundamentais, tais como o desempenho da memória, de processamento grÁfico e assim por diante.

Assuntos
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Você já começou a segurar suas compras de games e hardware pra se preparar para a próxima geração de consoles?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.