Lenovo e AMD firmam parceria para lançar notebooks com Ryzen e Radeon no Brasil

A Lenovo e a AMD anunciaram uma nova parceria estratégica para o mercado brasileiro que vai resultar na chegada de notebooks com processadores Ryzen e com chips gráficos Radeon aqui no país. O primeiro produto a se beneficiar disso é o Ideapad 330S, que chega com opção de trazer as versões Mobile dos Ryzen 5 e Ryzen 7 – com configurações diferentes para acompanhar cada modelo.

  

Site oficial: Lenovo Ideapad 330S AMD

O laptop é baseado no mesmo design do já existem modelo com plataforma Intel do Ideapad 330S, que ocupa o mercado intermediário. Essa é a mesma faixa que será ocupada pelas novas opções com Ryzen, trazendo um foco em produtividade leve e em desempenho multitarefa em situações cotidianas.

Em termos de chip gráfico, a versão com Ryzen 5 traz a GPU integrada AMD Radeon Vega 8. Curiosamente, ela é levemente mais potente que a Radeon 540 presente no notebook com Ryzen 7. Por outro lado, a opção mais cara traz 2GB de memória de vídeo dedicada GDDR5.

O Ideapad 330S AMD chega com suporte para WiFi 5 (antigo 802.11ac), que suporta conexões de 5GHz para menor latência e maior estabilidade em tarefas online. O laptop traz duas portas USB 3.0, um leitor de cartões 4 em 1, uma entrada USB 3.1 Type-C e saída HDMI.

Especificações técnicas | Lenovo Ideapad 330S – 15 polegadas 
Cor: Azul
Processador: AMD Ryzen 5 Mobile ou AMD Ryzen 7 Mobile
Memória RAM: 4GB DDR4 (versão Ryzen 5) ou 8GB DDR4 (na versão Ryzen 7)
Armazenamento: 1TB 5400RPM (entrada opcional M.2 PCIe para SSD)
Tela: 15.6 polegadas HD (1366 x 768) antirreflexo
Sistema Operacional: Windows 10 Home
Placa de Vídeo: AMD Radeon Vega 8 (versão Ryzen 5). AMD Radeon 540 com 2GB dedicados GDDR5 (versão Ryzen 7)
Peso: 1,8kg
Portas: 1 x USB 3.1 Type-C, 2 portas USB 3.0, HDMI, leitor de cartão 4 em 1, Áudio 
Preço: R$ 2.199,00 (versão Ryzen 5) e R$ 3.199,00 (Ryzen 7)

  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os lançamentos problemáticos de games tem feito você evitar pré-compras?